Museu do Oriente convoca os muitos mundos da Ásia na 15ª Festa do Livro

Nesta iniciativa da Fundação Oriente, que decorre de 29 de novembro a 18 de dezembro no Museu do Oriente, em Lisboa, os livros do seu catálogo são o ponto de partida para leituras e conversas onde a viagem é tema comum. José Luís Peixoto é o autor convidado para a primeira “viagem falada”.

José Luís Peixoto, Prémio Saramago 2001

Antes de abrirmos as portas ao programa da 15ª edição da Festa do Livro, que reúne uma vasta seleção de títulos sobre a Ásia ou autores, não se iniba de espreitar a diversidade de propostas, que vão desde monografias, catálogos, ficção, edições críticas, poesia, banda desenhada, manga, livros infantis, e manuais que abordam as mais diversas técnicas, do origami à meditação.

Entre as novidades deste ano estão os destaques de literatura infantil, o “Cantinho de Leitura” e um programa que inclui conversas com autores, leituras e apresentação de filmes, numa festa que conta com a presença de 18 editoras.

 

 

As conversas informais arrancam no dia 2 de dezembro, às 18h30, com José Luís Peixoto. O escritor e viajante vai debruçar-se sobre a importância de “ganhar mundo” através da Viagem e do Livro, partindo das suas obras e mundividências.

No dia 3, terá oportunidade de aprender tudo sobre essa expressão artística e literária que é o haiku, numa sessão que aborda as suas origens e características e que inclui a leitura de haiku japoneses (traduzidos) e portugueses por Leonilda Alfarrobinha, escritora premiada de haiku, acompanhada por Yuko Kase, professora de língua e cultura japonesas.

Nos dias 10 e 11 de dezembro, às 15h00, o ciclo de cinema dedicado ao tema “O Budismo em Anime” vai exibir as longas-metragens “Tannisho”, de Hideaki Oba, e “Porque Vivemos” de Kentetsu Takamori, comentadas por Mauro Nakamura, filósofo budista e autor. Uma iniciativa que conta com a parceria da Itiman – Associação Editorial Luso-Japonesa de Desenvolvimento Humano.

Baseado em factos históricos, o filme “Tannisho” (2019) é uma produção nipónica inspirada no livro “Tannisho o hiraku”, um dos best-sellers de Kentetsu Takamori, no Japão.

Inspirado no livro “Porque Vivemos”, de Kentetsu Takamori, publicado pela Farol, uma chancela da Penguin Random House, o filme é baseado em factos reais e aborda reflexões filosóficas sobre a vida e o ser humano, tendo como pano de fundo a história do budismo no Japão, há mais de 500 anos.

O lançamento da nova coleção de manga da Editora Devir – “One Piece” de Eiichiro Oda, traduzida para português pela primeira vez – terá lugar a 16 de dezembro, às 18h30. “One Piece”, uma das séries de manga mais acarinhadas pelos leitores deste género literário, servirá de inspiração a um passatempo de cosplay. As personagens desta série com a assinatura de Eiichiro Oda continuam a fascinar fãs de todo o mundo, quando já passaram mais de duas décadas sobre o seu lançamento.

“One Piece” relata as aventuras de Monkey D. Luffy, um jovem aspirante a pirata com um corpo elástico, que se aventura pelos mares na esperança de recrutar uma tripulação capaz de encontrar o maior tesouro de sempre, o “One Piece”, e assim tornar-se o Rei dos Piratas. O autor é duplo recordista do Guiness World Record pelo “maior número de cópias publicadas de uma série de manga pelo mesmo autor”.

O programa da Festa do Livro inclui ainda sessões de contos e lendas japonesas kamishibai – “histórias ambulantes” – para crianças maiores de cinco anos, todos os domingos, durante o período da Festa. Dia 4 de dezembro é dedicado a “Amaterasu, a Deusa do Sol”, a 11 dezembro é a vez de “A Origem do Dragão” e a 18 de dezembro, a iniciativa encerra com “Issun Bôshi, o Polegarzinho”.

A 15ª Festa do Livro está aberta de terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00 e, às sextas-feiras, até às 20h00. Todas as atividades são de entrada livre, sujeita à lotação do espaço.

Recomendadas

MyCloma Fest XMAS Edition regressa este fim-semana ao Porto

Fundada por quatro jovens em 2020, a MyCloma é uma plataforma portuguesa de compra e venda de roupa em segunda mão, uma aposta num modelo de economia circular, que visa combater o desperdício têxtil enquanto que ajuda a prolongar o ciclo de utilização dos bens. 

Investigação avalia saúde estrutural do Mosteiro da Batalha por prevenção

Uma investigação iniciada em março, no âmbito de uma bolsa de doutoramento de quatro anos, procura avaliar a saúde estrutural do Mosteiro da Batalha, Património Mundial da Unesco, com o objetivo de prevenir.

“Vinhos no Pátio” regressa de 9 a 11 de dezembro ao Pátio da Galé

A Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e as Comissões Vitivinícolas Regionais de Lisboa e da Península de Setúbal retomam o evento Vinhos no Pátio, no Pátio da Galé. Durante três dias poder-se-ão provar mais de 200 vinhos, contactar com propostas diversificadas de enoturismo, participar em workshops e masterclasses e fazer uma pausa para petiscar.
Comentários