Musk não tem dúvidas: Twitter tem de voar do ninho e chegar a mais pessoas

O fundador da fabricante automóvel mais valiosa do mundo aponta que a audiência é uma medida importante para avaliar o sucesso da rede social, e por isso quer fazer crescer o número de utilizadores diários. 

Elon Musk, serial entrepreneur, at TED2013: The Young, The Wise, The Undiscovered. Wednesday, February 27, 2013, Long Beach, CA. Photo: James Duncan Davidson

O novo dono do Twitter quer transformar a rede social após a ter adquirido por um preço ‘simbólico’ de 44 mil milhões de dólares (41 mil milhões de euros). Elon Musk, também dono da Tesla, assegurou que quer expandir o uso da rede social a todos os americanos, em vez desta se concentrar no nicho em que opera atualmente. A rede de mensagens que tem o pássaro azul como logótipo quer voar do ninho e atrair mais pessoas.

A “Reuters” aponta que o Twitter tem cerca de 40 milhões de utilizadores ativos diariamente nos Estados Unidos, um número que não satisfaz o novo dono da empresa.

“Atualmente, é uma espécie de nicho. Quero que uma maior percentagem da população do país esteja nele [Twitter], para interagir o diálogo”, apontou Musk na passadeira vermelha da Met Gala esta segunda-feira.

Para Elon Musk, este é um dos pontos centrais após a compra da empresa. O fundador da fabricante automóvel mais valiosa do mundo aponta que a audiência é uma medida importante para avaliar o sucesso da rede social, e por isso quer fazer crescer o número de utilizadores diários.

Musk quer tornar o Twitter numa plataforma “o mais abrangente possível”, onde a grande maioria da América fale da rede social e marque presença .

O homem mais rico do mundo quer tornar o Twitter numa plataforma mais “transparente” e sem grande intervenção, algo que os trabalhadores temiam quando ainda se falava numa potencial subida de Musk ao conselho de administração.

“É um país livre. Se alguém não se sentir confortável com isso, podem ir para outro lugar por vontade própria. Está tudo bem”, adiantou o multimilionário na passadeira vermelha. Com esta última declaração, Musk mostra que não concorda com as medidas tomadas pela antiga direção da empresa, que optaram por desenvolver algoritmos para ‘esconder’ desinformação.

Relacionadas

PremiumO último Muskeiteiro

Prestes a completar 51 anos, Elon Reeve Musk tem três nacionalidades (sul-africano, canadiano e norte-americano), casou-se três vezes, foi pai de oito filhos e já geriu o mesmo número de empresas, além do milionário investimento que tem em mãos e que deverá ficar concluído este ano, a compra do Twitter. O Mr. Tesla vai passar a ser o Mr. Twitter e promete agitar consciências. O documentário sobre esta personalidade, que cresceu ávida por conhecimento e tecnologia, chega à Netflix no próximo sábado, dia 7 de maio.

Quer fugir do Twitter de Musk? Oito redes sociais alternativas

No caso de não apoiar a compra do Twitter ou, por outro lado, entender que as possíveis mudanças na plataforma, implementadas por Musk, não são do seu agrado, apresentamos-lhe algumas redes sociais alternativas.

Elon Musk vendeu 3,7 mil milhões em ações da Tesla em dois dias

O CEO da empresa de veículos elétricos refere no entanto, que não estão planeadas mais vendas de ações, numa altura em que tenta concluir a compra da rede social Twitter.

Valor do Twitter subiu 85% antes da oferta de Musk

A Brand Finance acredita que a marca pessoal de Elon Musk será benéfica e positiva para o Twitter.

Anatomia de um negócio: como Musk comprou o Twitter

Elon Musk comprou o Twitter por 41 mil milhões de euros depois de várias semanas de negociação. Mesmo após a compra da tecnológica, Musk permanece o homem mais rico do mundo.

Elon Musk defende que o Twitter deve ser “politicamente neutro”

Comentário do dono da Tesla surge depois conselho de administração de rede social ter aceite a sua oferta de aquisição, o que levou as contas de vários políticos de esquerda nos Estados Unidos a perderem milhares de seguidores.
Recomendadas

Santander Totta com aumento de capital de 135 milhões totalmente realizado

O Banco liderado por Pedro Castro e Almeida concluiu o aumento de capital que tinha sido aprovado a 4 de maio.

TAP. Ministro diz que não é tema polémico e defende aposta semelhante à da ferrovia

O ministro das Infraestruturas defendeu esta terça-feira, em Oeiras, que a TAP não é um tema polémico e defendeu uma aposta na aviação, semelhante à que foi realizada na ferrovia, com a participação dos setores público, privado e da academia.

CEO da Microsoft destaca plataforma para ajudar a Ucrânia criada por português

Satya Nadella diz que o “Ukraine Live Aid”, para prestar apoio aos refugiados ucranianos, foi um dos trabalhos “significativos” e “muito necessários” que feitos com as Power Pages da Microsoft.
Comentários