Musk reestabelece conta de Trump no Twitter, mas ex-Presidente dos EUA não quer voltar

Elon Musk reativou o perfil de Donald Trump no Twitter, mas o ex-Presidente dos Estados Unidos diz que não vê razão para voltar. Em alternativa, garante que vai continuar a utilizar a sua plataforma Truth Social.

Depois de ter feito uma sondagem, Elon Musk reestabeleceu a conta do Twitter de Donald Trump, mas o ex-Presidente dos Estados Unidos já veio dizer que não tem interesse em voltar. O empresário e político norte-americano tinha sido banido da rede social em causa por incitar a violência.

Este fim de semana, o novo dono do Twitter promoveu uma sondagem para apurar se os internautas estariam a favor ou não do regresso do antigo Presidente norte-americano a essa plataforma, tendo uma magra maioria (51,8%) apoiado a reativação do perfil de Donald Trump. “O povo falou. Trump será reintegrado”, anunciou, em consequência, Elon Musk.

Mas parece que o político em questão não está interessado nesse regresso. “Não vejo razão [para voltar]”, disse o ex-Presidente dos Estados Unidos, num vídeo citado pela Reuters.

Em alternativa, Donald Trump adiantou que continuará a utilizar a sua nova plataforma, a Truth Social, app que foi desenvolvida pela Trump Media & Tecnology Group. De acordo com o também empresário, essa plataforma está a ter um desempenho “fenomenalmente bom”.

A reativação do perfil do Twitter de Donald Trump acontece pouco depois de este ter anunciado a sua candidatura à Casa Branca, tendo, anteriormente, a sua presença nessa rede social sido importante para o seu peso político.

Elon Musk, que comprou a rede social por 42,5 mil milhões de euros, já tinha dito que uma das pessoas que gostaria de receber nessa rede social era o ex-Presidente Donald Trump. No sábado, o novo dono da plataforma em causa anunciou também o desbloqueio das contas do escritor Jordan Peterson, da comediante Kathy Griffin e do jornal conservador The Babylon Bee.

Convém explicar que os perfis de Peterson e do Babylon Bee tinham sido bloqueados por publicarem conteúdo que desrespeitavam a comunidade transexual, enquanto o de Griffin tinha sido suspenso por se fazer passar por Musk.

Relacionadas

Musk restabelece conta de Donald Trump no Twitter após sondagem

O novo dono do Twitter anunciou que repôs a conta de Donald Trump nessa rede social. “O povo falou. Trump será reintegrado”, escreveu Musk.
Recomendadas

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.

Imigrantes do Bangladesh denunciam extorsão para obter vistos para Portugal

Um dos problemas para os bengalis está no facto de não existir representação diplomática portuguesa no seu país, o que os força a terem que recorrer à vizinha Índia. Entre Daca, capital do Bangladesh, e Nova Deli, capital da Índia, distam mais de 1.800 quilómetros.

Governo italiano aprova envio de armas à Ucrânia para todo o ano de 2023

O Governo italiano aprovou um decreto prolongando o fornecimento de ajuda, incluindo armamento, à Ucrânia para todo o ano de 2023.
Comentários