Mutualista Montepio com lucros de 12,9 milhões de euros no primeiro semestre

A Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) registou um lucro de 12,9 milhões de euros no primeiro semestre, superando os 11,9 obtidos em igual período do ano passado.

O número de associados do Montepio subiu 1.895 desde dezembro do ano passado para 603.501, enquanto a margem associativa cresceu 16,3 milhões de euros em termos homólogos para 87 milhões de euros.

“O crescimento da base associativa revela uma inversão da tendência de perda de associados que se verificava desde 2015, iniciada já no último trimestre de 2020 e consolidada no ano de 2021”, assinala a mutualista num comunicado hoje divulgado.

No documento, a mutualista acrescenta que o capital próprio cresceu 29,6 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano para 339,6 milhões de euros, sendo que “todos os meses a AMMG regista um excedente de dois milhões de euros, um montante que é distribuído pelos associados”.

De acordo com o presidente da AMMG, Virgílio Boavista Lima, a nova organização do grupo, “mais simplificada, com uma equipa coesa e focada” é algo que “se reflete nos resultados do primeiro semestre do corrente ano”.

Na semana passada, foi anunciado que o Banco Montepio obteve resultados líquidos consolidados positivos de 23,3 milhões de euros na primeira metade do ano, contra prejuízos de 33,0 milhões de euros no mesmo período de 2021, o que, de acordo com a AMMG, configura o “melhor semestre dos últimos 12 anos”.

Recomendadas

Site e aplicação do BCP com acesso limitado

A aplicação móvel e o site do banco estão com acesso limitado esta segunda-feira. Fonte oficial confirma ao JE que o problema “está diagnosticado e o serviço deve ser restabelecido dentro em breve”.

APB promove Open Day na banca para ensinar jovens a poupar e investir

“Ao longo da semana, iremos realizar dois webinars destinados aos alunos do ensino secundário e profissional sobre as opções de investimento disponíveis para quem quer começar a investir e os cuidados a ter na contratação destes produtos online”, anuncia a Associação Portuguesa de Bancos.

Seguradoras pagam indemnizações superiores a 11 milhões pelos incêndios

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) fez um balanço final dos danos cobertos por contratos de seguro, relativos aos incêndios ocorridos durante os meses de julho e agosto.
Comentários