Na primeira reunião de Lagarde, BCE mantém as taxas de juro inalteradas

O Banco Central Europeu manteve a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito inalteradas em 0%, 0,25% e −0,50%.

O Banco Central Europeu (BCE) manteve esta quinta-feira as taxas de juro inalteradas, não tendo avançado com novos anúncios sobre a política monetária para a zona euro, conforme as expetativas dos analistas.

“Na reunião de hoje, o Conselho do BCE decidiu que a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 0,00%, 0,25% e −0,50%, respetivamente”, explica o banco central em comunicado, divulgado após a conclusão da reunião.

“O Conselho do BCE espera que as taxas de juro diretoras do BCE se mantenham nos níveis atuais ou em níveis inferiores até observar que as perspetivas de inflação estão a convergir de forma robusta no sentido de um nível suficientemente próximo, mas abaixo, de 2% no seu horizonte de projeção e que essa convergência se tenha refletido consistentemente na dinâmica da inflação subjacente”, acrescenta.

Relativamente ao programa de compra de ativos, iniciado a 1 de novembro, a entidade presidida por Christine Lagarde mantém que “espera que estas aquisições decorram enquanto for necessário para reforçar o impacto acomodatício das taxas diretoras e que cessem pouco antes de começar a aumentar as taxas de juro diretoras do BCE”.

“O Conselho do BCE pretende continuar a reinvestir, na totalidade, os pagamentos de capital dos títulos vincendos adquiridos no âmbito do APP durante um período prolongado após a data em que comece a aumentar as taxas de juro diretoras do BCE e, em qualquer caso, enquanto for necessário para manter condições de liquidez favoráveis e um nível amplo de acomodação monetária”, conclui ainda.

As atenções estão agora centradas na conferência de imprensa de Christine Lagarde, às 13h30, a primeira após a reunião de decisão de política monetária enquanto presidente da instituição.

[Atualizado às 12h51]

Relacionadas

‘Bienvenue’: sem romper com o passado, Lagarde poderá trazer novo estilo ao BCE

A francesa que transita do FMI já está ao volante do banco central da zona euro desde o início de novembro, mas o grande momento é hoje, com a primeira reunião do Conselho de Governadores. A política monetária não deverá mudar, mas Lagarde poderá alterar o estilo da comunicação.
Recomendadas

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.
Comentários