Nancy Pelosi deixa liderança Democrata no Congresso norte-americano

A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, disse hoje que não se vai recandidatar à liderança Democrata no Congresso norte-americano, após a confirmação que os Republicanos garantiram a liderança da câmara baixa, na sequência das eleições intercalares.

Num discurso aplaudido de pé por Democratas e Republicanos, Pelosi anunciou que deixará o cargo depois de liderar os Democratas durante quase 20 anos e após um ataque brutal ao seu marido, Paul Pelosi, no mês passado na sua casa em São Francisco.

“Agora devemos avançar com ousadia para o futuro. Chegou a hora de uma nova geração liderar a bancada Democrata que tanto respeito. E sou grata por tantos estarem prontos e dispostos a assumir essa incrível responsabilidade”, disse Pelosi, num discurso em que recordou o seu percurso desde “dona de casa a presidente da Câmara dos Representantes”.

O líder da Câmara dos Representantes é a terceira figura mais importante da política norte-americana depois do Presidente e do vice-presidente.

Recomendadas

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.

Imigrantes do Bangladesh denunciam extorsão para obter vistos para Portugal

Um dos problemas para os bengalis está no facto de não existir representação diplomática portuguesa no seu país, o que os força a terem que recorrer à vizinha Índia. Entre Daca, capital do Bangladesh, e Nova Deli, capital da Índia, distam mais de 1.800 quilómetros.

Governo italiano aprova envio de armas à Ucrânia para todo o ano de 2023

O Governo italiano aprovou um decreto prolongando o fornecimento de ajuda, incluindo armamento, à Ucrânia para todo o ano de 2023.
Comentários