Natixis lança programa de estágios profissionais com 200 vagas

A campanha de recrutamento será acompanhada da clássica iniciativa Natixis Purple Tour, que tem paragem marcada nas Universidades do Minho, UTAD, Portucalense e U.Porto, entre os dias 25 e 31 de maio.

A Natixis está a lançar a terceira edição do programa de recrutamento de trainees, direcionado a jovens elegíveis para estágios do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), com cursos nas áreas de Engenharia e Tecnologia da Informação, Gestão, Economia, Contabilidade, Finanças, Relações Internacionais, Direito, Recursos Humanos e Comunicação e Marketing.

O programa de trainees conta este ano com 200 vagas no escritório da financeira no centro do Porto. As posições são várias, indo desde o desenvolvimento de software, administração de sistemas informáticos, cibersegurança, gestão de risco, international trade law, mercado de capitais até banking finance. 

O recrutamento decorre entre maio e outubro.

Esta campanha de recrutamento será acompanhada da clássica iniciativa Natixis Purple Tour, que tem paragem marcada na Universidade do Minho, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Universidade Portucalense e Universidade do Porto, entre os dias 25 e 31 de maio. No interior do autocarro, os estudantes serão convidados a conhecer as posições em aberto e a esclarecer as suas dúvidas com a equipa da Natixis em Portugal.

A iniciativa culmina com eventos de networking de final de tarde gratuitos na UMinho, na TAD e no Porto, podendo os participantes usufruir de uma visita guiada aos escritórios da Natixis em Portugal. Os estudantes terão oportunidade de experienciar um momento informal com as equipas, os embaixadores e os recrutadores da empresa.

Maurício Marques, Diretor de Recursos Humanos da Natixis em Portugal, revela que “nos últimos dois anos, 90% dos estagiários ficaram na empresa com contrato permanente, após o estágio”.

“Acreditamos – acrescenta – que esta é uma oportunidade e o momento certo para estes jovens darem o primeiro passo na sua carreira, tendo uma primeira experiência numa empresa que privilegia a aprendizagem e a cooperação, num ambiente de rápido desenvolvimento que alia as novas formas de trabalho a uma cultura de trabalho singular”.

Recomendadas

Banco BAI viu lucros em Cabo Verde aumentarem 384% em 2021

O BAI Cabo Verde, participado também pela petrolífera Sonangol, registou um resultado líquido superior a 150,2 milhões de escudos (1,3 milhão de euros).

Banco de Fomento aprova candidaturas ao programa de recapitalização no valor de 77 milhões de euros

Estas são as primeiras operações ao abrigo do programa criado no contexto do Plano de Recuperação e Resiliência “para ajudar a reforçar o capital e a solvência de empresas viáveis”.

Miguel Raposo Alves é o novo CEO do angolano Millennium Atlântico

Além de Miguel Raposo Alves, que assume o cargo de presidente da comissão executiva, o banco passa a contar com Mauro Santos Neves enquanto administrador executivo e com José Carlos Burity na qualidade de administrador independente, não executivo.
Comentários