Negociador britânico do Brexit David Frost demite-se do Governo

O secretário de Estado para as relações europeias, David Frost, que liderou as negociações do ‘Brexit’ sob o primeiro-ministro Boris Johnson, demitiu-se do Governo britânico, noticiou hoje o jornal Mail on Sunday.

6 – Reino Unido

O jornal, citando uma fonte governamental de alto nível, revelou que Frost deixaria o cargo em janeiro devido à sua “desilusão” com a “direção” da política governamental, nomeadamente as novas restrições impostas para conter a pandemia de covid-19.

A demissão, que terá sido formalizada por Frost na semana passada, ainda não foi confirmada oficialmente.

O jornal refere que Frost deseja sair amigavelmente e que foi persuadido a permanecer no cargo até janeiro próximo.

Frost é considerado uma figura-chave nas negociações com a União Europeia, mas decidiu afastar-se do Executivo por discordar com o chamado “Plano B”, que determinou a introdução de passes sanitários para entrada em discotecas e grandes eventos, a obrigatoriedade de vacinas para profissionais de saúde e o uso de máscaras em espaços públicos fechados.

Recomendadas

Parlamento Europeu vai pedir suspensão das negociações de adesão com a Sérvia

Como seria de esperar, o entendimento entre a Sérvia e a Rússia, concluído em Nova Iorque, vai acabar por bloquear a possibilidade de entrada do país balcânico no bloco europeu. O Parlamento Europeu vai dar o mote.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Furacão Ian. Autoridades dos EUA esperam consequências “catastróficas”

O Estado norte-americano da Florida prepara-se hoje para a chegada do furacão Ian, que devastou o oeste de Cuba e que está “a intensificar-se rapidamente”, podendo ter consequências “catastróficas”, segundo os serviços meteorológicos locais.
Comentários