Nestlé escolhe startups de Espanha e da Coreia do Sul para inovar na Península Ibérica

As empresas sul-coreanas 10pple e Little One e a espanhola Shoppermotion destacaram-se entre mais de 70 candidatos pelo talento e potencial em co-criar o futuro da alimentação, nutrição e bem-estar e ganharam acesso à fase de co-criação e de exploração de sinergias comerciais.

Já estão escolhidas as três startups finalistas da edição do programa de inovação aberta da Nestlé, chamado “Start and Co” e organizado em parceria com a Nova School of Business & Economics (Nova SBE). As empresas sul-coreanas 10pple e Little One e a espanhola Shoppermotion destacaram-se internacionalmente pelo talento e potencial em co-criar o futuro da alimentação, nutrição e bem-estar.

O trio de startups terá agora oportunidade de poder colaborar com a Nestlé em Portugal e Espanha para tentar fazer crescer os seus projetos num ambiente real de mercado, com mentoria e formação. Ou seja, receberam o passaporte para a fase de co-criação e de exploração de sinergias comerciais.

“A cada edição [o programa] tem sido capaz de entregar ao mercado soluções verdadeiramente disruptivas e agregadoras que permitem ajudar os consumidores a melhor adequar as suas escolhas alimentares a hábitos de vida mais saudáveis e equilibrados, tirando partido de todo o potencial tecnológico da Internet of Things. Co-criar com estas startups é uma mais-valia para todos – empreendedores, Nestlé e academia -, entregando um benefício direto ao consumidor”, garante Andreia Vaz, diretora de Inovação da Nestlé.

O Start and Co 2022 foi a quarta edição do programa, ao qual se candidataram 80 startups e 48 das mesmas (de 23 países= foram consideradas e avaliadas para o ‘top 10’ da primeira fase de seleção: o pitch aos especialistas da Nestlé. Na segunda fase, a de matchmaking, o programa contou com quatro startups, de onde saíram estes finalistas.

“Este ano tivemos a oportunidade de conhecer diversas startups com um nível de maturidade avançado que nos surpreenderam com soluções inovadoras e que fazem sentido explorar. Esta parceria une o melhor dos três mundos: a academia, as empresas e as startups e é uma enorme inspiração acompanhar o desenvolvimento de ideias e projetos com tanto potencial”, disse Rui Coutinho, diretor executivo do Ecossistema de Inovação da Nova SBE.

Quem são as startups finalistas?

10pple – Desenvolveu uma tecnologia que permite prever e prevenir a obesidade nos animais de estimação, tendo respondido aos desafios “Interfaces digitais do futuro – Como podem os sistemas interagir sem descontinuidades com os consumidores, estando plenamente integrados com os seus hábitos de vida?” e “Novos canais (digitais) – Que novas formas chegar a todos os consumidores?”

Little One – Tem um projeto de dispositivos inteligentes para bebés com o objetivo de recolher e monitorizar diferentes aspetos das suas atividades diárias e respondeu ao desafio “Interfaces digitais do futuro – Como podem os sistemas interagir sem descontinuidades com os consumidores, estando plenamente integrados com os seus hábitos de vida?”

Shoppermotion – Criou uma tecnologia que fornece análises e dados em tempo real sobre o comportamento diário do cliente, tendo com este projeto respondido ao desafio “A ascensão do novo retalho – Respostas às novas tendências no retalho do futuro?”

Das anteriores edições em Portugal já resultaram 31 projetos pioneiros como a Buggle, a Fidufoods, a Goodbag, a Macco Robotics, a Petable, a Phamo e a Progrow, entre outras.

Recomendadas

Vinho português destacado pelos melhores motivos na imprensa inglesa

Uma análise ao vinho tinto e branco português, em especial pela variedade de opções e relação qualidade/preço, foi publicada no “The Guardian” por uma especialista no tema.

“Somos reconhecidos como um país produtor com qualidade e excelência”

Deolinda Silva, Diretora Executiva da Portugal Foods diz que o sector agroalimentar português deve apostar na qualidade dos seus produtos para se afirmar internacionalmente.

Auchan distribui 16 milhões de euros pelos nove mil trabalhadores em Portugal

A distribuição dos resultados relativos a 2021 abrange todos os colaboradores da empresa e equivale a uma média de dois salários por funcionário.
Comentários