PremiumNetanyahu: o regresso do rei Bibi, eternamente amado pelo seu povo

A grande incógnita reside na reação da Turquia ao regresso de Netanyahu – que por pouco não conseguia entrar em guerra aberta com o regime liderado por Recep Erdogan

Por uma razão que os parceiros ocidentais teimam em não entender – mas que radica no íntimo do que levou os hebreus a confluírem, vindos de todo o mundo, para aquela faixa de terreno banhada pelo Mediterrâneo Oriental ao longo de todo o século XX – o rei Bibi está de volta.

As quintas eleições seguidas em Israel em apenas três anos (desde abril de 2019) tiveram o mesmo desfecho de sempre: Benjamin Netanyahu ganhou. Desta vez com uma diferença que nem sempre aconteceu: o seu bloco – sabiamente chamado o ‘bloco Netanyahu’, cujo universo é variável e em que os seus participantes nem sempre são fiáveis – terá a maioria necessária do Knesset (61 lugares em 120) para governar até que, como acontece quase sempre, o seu líder considere que está farto de aturar os seus próprios parceiros.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

GameStop: o poder das comunidades

Weekend: A equipa da Instinct deixa-lhe sugestões de entrevistas, livros, filmes, séries, podcasts e artigos que o/a vão ajudar a entender, refletir e inspirar sobre o futuro para inovar com impacto.

Lisboa celebra o Natal com programação gratuita e novos espaços

O programa Natal em Lisboa está de volta com música clássica, coros, jazz, rock e poesia, e um ciclo de cinema dedicado aos mais novos. Todas as iniciativas são gratuitas e trazem consigo a vontade de celebrar no coletivo.

Morreu produtor e realizador António da Cunha Telles, nome-chave do Cinema Novo português

De acordo com a produtora, António da Cunha Telles morreu no Hospital Cuf Tejo, em Lisboa, e o funeral irá realizar-se no sábado também na capital.
Comentários