Netflix tem mais concorrência mas expectativas de resultados para terceiro trimestre são positivas

Apesar das expectativas serem na sua maioria positivas, o mercado espera um fraco crescimento devido ao aumento da concorrência no setor, como é o exemplo do Disney+.

A plataforma Netflix apresenta esta terça-feira, 20 de outubro, os resultados referentes ao terceiro trimestre após o fecho da bolsa nos Estados Unidos. As expectativas dos investidores estão elevadas, uma vez que a empresa de Reed Hastings teve a oportunidade de aumentar o número de subscritores durante o período de confinamento em todo o mundo.

O jornal “Business Insider” abordou quatro bancos de Wall Street para perceber o que o mercado espera do relatório de lucros da empresa de streaming. No entanto, apesar das expectativas serem na sua maioria positivas, o mercado deve esperar um fraco crescimento devido ao aumento da competição no setor, como é o exemplo do Disney+.

O Bank of America coloca-se numa posição mais cautelosa perante um crescimento de subscritores. Os analistas da entidade bancária apontam que o terceiro trimestre está rodeado de incerteza, em parte devido ao lançamento polémico do filme “Cuties”, mas também devido ao crescimento do mais recente canal de streaming da Walt Disney, que já começou a ser lançado em mais mercados, bem como o regresso de alguns eventos desportivos.

Apesar de uma posição mais conservadora, o Bank of America acredita que o gigante do streaming adicione 2,5 milhões de novos assinantes pagos, um valor em linha com o apresentado no trimestre passado. Ainda assim, a entidade acredita que esta é uma turbulência temporária e que a empresa vai crescer à medida que a economia mundial se comece a recuperar.

As formas de entretenimento ainda são vastas, com a existência de televisão por cabo, serviços de streaming e cinema, mas a RBC Capital Markets acredita que a Netflix vai “continuar a beneficiar das opções de entretenimentos limitadas”, mas prevê que a receita da empresa no terceiro trimestre esteja abaixo das expectativas de Wall Street.

Depois de ter terminado com a cadeia Blockbuster, e da pandemia de Covid-19 ter colocado os cinemas em risco de encerramento, o potencial de crescimento da Netflix é visto com bons olhos, bem como o investimento que tem realizado em produções próprias em diversos países, como Espanha e Noruega. “Achamos que a Netflix vai continuar a beneficiar das opções limitadas de entretenimento disponíveis para os consumidores durante uma pandemia”, sustentaram os analistas da RBC.

Os analistas da JP Morgan são os mais otimistas entre os quatro bancos norte-americanos perante um crescimento da empresa de Reed Hastings no terceiro trimestre. Enquanto as outras entidades estimam um aumento de 2,5 milhões de subscritores, a JP Morgan prevê a aquisição de 5,1 milhões de assinantes, dando como mote um conteúdo mais forte até setembro.

Por último, a Morgan Stanley elevou o preço base das ações da Netflix de 600 dólares (507 euros) para 630 dólares (532 euros) na passada sexta-feira, demonstrando uma expectativa positiva perante os resultados do trimestre. Os analistas da Morgan Stanley preveem que a empresa apresente pela primeira vez um fluxo de caixa positivo, atingindo uma meta que está a construir desde que iniciou o serviço em 1997.

Recomendadas

Grupo SATA integra projeto Cluster Grace Açores

Associados e membros do cluster partilham boas-práticas e desenvolvem sinergias com o objetivo de colocar os temas da Agenda 2030, 2050 e ESG (Environmental, Sustainability and Governance) como prioritários nas agendas das empresas.

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.
Comentários