Nisa é o concelho mais barato do país. Conheça os 25 com o custo mais baixo

O Imovirtual divulgou uma lista com os 25 municípios mais baratos do país em custo por metro quadrado. Os preços vão dos 457 euros e os 569 euros.

Nisa, no distrito de Portalegre, Alentejo, é o município mais barato para comprar casa em Portugal, com o preço médio na ordem dos 420 euros por metro quadrado. De resto, o distrito de Portalegre é o que marca mais presenças na lista dos 25 municípios em que o preço é mais favorável no território nacional, de acordo com um estudo da plataforma de compra e venda de imobiliário Idealista.

O marketplace analisou os dados relativos aos preços de venda de dezembro de 2022 e chegou à conclusão que o custo mais baixo por metro quadrado foi registado em Nisa. Seguem-se Penamacor, em Castelo Branco (431 euros por metro quadrado), Góis, em Coimbra (457 euros), Fronteira, em Portalegre (471 euros), Penacova, em Coimbra (472 euros), Sabugal, na Guarda (492 euros), Crato, Portalegre (501 euros), Nelas, em Viseu (505 euros), Arganil, em Coimbra (509 euros) e na décima posição surge Penela, em Coimbra (510 euros).

Logo abaixo encontram-se Penamacor, em Castelo Branco (431 euros por metro quadrado), Góis, em Coimbra (457 euros), Fronteira, em Portalegre (471 euros), Penacova, em Coimbra (472 euros), Sabugal, na Guarda (492 euros), Crato, Portalegre (501 euros), Nelas, em Viseu (505 euros), Arganil, em Coimbra (509 euros) e Penela, em Coimbra (510 euros).

Melgaço, em Viana do Castelo (545 euros), Gouveia, na Guarda (546 euros), Celorico da Beira, na Guarda (548 euros), Cinfães, em Viseu (549 euros), Santa Comba Dão, em Viseu (556 euros/m2), Castanheira de Pera, em Leiria (560 euros) e Chamusca, em Santarém (566 euros).

Na 25.ª e última posição deste ranking está o município de Alter do Chão, em Portalegre, onde o metro quadrado custa em média 569 euros.

 

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Respostas rápidas: Com extinção do fundo de pensões da CGD, o que acontece aos beneficiários?

Afinal, o que vai acontecer aos beneficiários do fundo de pensões do banco público, cuja extinção o Governo aprovou? O Jornal Económico explica tudo, ponto por ponto.

PMI da zona euro em terreno positivo pela primeira vez desde o verão

As perspetivas económicas da zona euro continuam a melhorar, numa altura em que a inflação tem abrandado. PMI está acima dos 50 pela primeira vez desde o verão deste ano.
Comentários