“No poupar está o ganho!”. Novo curso ensina jovens a gerir o dinheiro

Ao longo dos últimos sete anos, mais de 11.500 alunos participaram na formação da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, em contexto de sala de aula, a par de iniciativas externas.

No dia Mundial da Poupança, a Fundação Dr. António Cupertino de Miranda arrancar com a oitava edição do projeto “No Poupar Está o Ganho”. Criada em 2010, em plena crise económica, a iniciativa foi visa aumentar a literacia financeira entre alunos de primeiro, segundo e terceiro ciclos, mas também de professores.

“Estou firmemente convencida que a nossa sociedade tem de dar um passo em frente em relação à promoção da educação financeira”, explicou a presidente da fundação, Maria Amélia Cupertino de Miranda, em entrevista ao Jornal Económico.

“Nos últimos anos, a vida mudou muito. Temos permanentemente de tomar decisões relativas a produtos financeiros, sejam eles o financiamento de um curso, o uso de cartões de crédito, a compra de um carro, a escolha dos melhores alimentos, temos de saber analisar contratos, saber o que é uma hipoteca, fazer um crédito, saber diversificar o investimento…”, disse, lembrando que até conceitos
mais básicos como juros, inflação e diversificação do risco não são claramente compreendidos.

O objetivo do projeto, assim, é preparar os mais novos para enfrentar cenários financeiros arriscados e complexos, ensinar a fazer bom uso do dinheiro e a tomar decisões financeiramente corretas, para criar uma nova geração de consumidores informados.

“É um projeto “chave na mão”, que aposta na formação de professores com o intuito de os capacitar para a transferência dos principais conceitos de educação financeira, munindo-os para tal de todos os recursos que necessitam”, refere.

Ao longo dos últimos sete anos, mais de 11.500 alunos tiveram acesso à formação, que é ministrada ao longo de todo o ano letivo em contexto de sala de aula, a par de algumas iniciativas externas, nomeadamente uma visita ao Museu do Papel Moeda.

Este ano letivo, a fundação prevê formar mais de seis mil alunos e 300 docentes, em parceria com a Universidade do Porto, através da Faculdade de Economia, e o Banco de Portugal.

Recomendadas

Controlar despesas? Siga esta cinco estratégias

Organizar o orçamento familiar e analisar as despesas com maior peso mensal são dois passos essenciais para planificar a sua vida financeira. Conheça algumas estratégias e ferramentas para fazer frente à atual “avalanche” de aumento de preços e proteger a sua carteira.

Sabe se vai compensar mudar para o mercado regulado do gás? A Deco lança calculadora

Com esta calculadora, pode introduzir a quantidade de gás natural que habitualmente consome, consultando a última fatura, e indicar o número de dias a que essa fatura se refere. Basta depois copiar os dados da fatura para a calculadora e obtém, de imediato, o custo que teria em igual consumo e igual período de faturação no mercado regulado a partir de outubro.

Um senhorio pode aumentar a renda em mais de 50%? Saiba aqui

O aumento da renda da casa é uma das preocupações mais comuns e que, na verdade, resulta da subida da inflação. Mas, apesar de haver algumas exceções, dependendo de contrato para contrato, os senhorios têm de respeitar algumas regras para proceder ao aumento da renda.
Comentários