Noite do Mercado vai ter 100 barracas e mobilizar um dispositivo de 130 elementos da Protecção Civil

A autarquia vai instalar um ecrã gigante na porta do Mercado dos Lavradores para se poder assistir aos cânticos que vão decorrer na Praça do Peixe.

A Noite do Mercado, que se realiza a 23 de dezembro, vai contar com 100 barracas, um dispositivo de 130 elementos da Protecção, Civil, e uma equipa de limpeza urbana com 23 viaturas e 100 colaboradores no terreno.

O presidente da autarquia, Paulo Cafôfo, anunciou, durante a apresentação da Noite do Mercado, efetuada esta segunda-feira, que a utilização de copos reutilizáveis se vai manter estando disponíveis para esse efeito cerca de 40 mil unidades.

A música ambiente vai também fazer parte do programa da Noite do Mercado a que se acrescenta os cânticos na Praça do Peixe.

Cafôfo refere que vai existir “um ecrã gigante” na porta do Mercado de forma “a que todos quantos estejam na envolvência” possam assistir a este momento musical.

A Câmara Municipal do Funchal por cada tonelada de resíduos recolhida após a Noite do Mercado vai atribuir, à AFARAM – Associação de Amigos e Familiares do Doente Mental da Madeira, 300 euros.

Recomendadas

Presidente da Assembleia da Madeira alerta para “completa desregulação” do mercado da informação

O presidente da Assembleia Regional disse que o jornalismo de referência vive na “amargura de uma profunda crise financeira”, reforçando que se “não for mais apoiado” pelos Estados e pelos Governos, corre-se “sérios riscos de ameaças à democracia”.

Secretário da Economia considera que a Madeira tem “os melhores indicadores económicos de sempre”

A expetativa do governante é de que este ano a região melhore esses resultados, atingindo um novo máximo no PIB, e atraindo mais visitantes e comércio.

Grupo SATA integra projeto Cluster Grace Açores

Associados e membros do cluster partilham boas-práticas e desenvolvem sinergias com o objetivo de colocar os temas da Agenda 2030, 2050 e ESG (Environmental, Sustainability and Governance) como prioritários nas agendas das empresas.
Comentários