Nord Stream 1 com falhas inexplicáveis nos tubos do Mar Báltico (com áudio)

As fugas foram reportadas pelas autoridades dinamarquesas e suecas, logo após a descoberta de fugas no Nord Stream 2. Nem a Europa nem a Rússia descartam sabotagem.

Bloomberg

O gasoduto Nord Stream 1, que fornece gás da Rússia à Alemanha através do Mar Báltico, tem “dois pontos de fuga” inexplicáveis nos tubos, revelaram esta terça-feira as autoridades dinamarquesas e suecas, logo após a descoberta de fugas no Nord Stream 2.

Especialistas e também a Rússia, que construiu a rede, disseram que a possibilidade de sabotagem não pode ser descartada, avança a “Reuters”.

Ambos os gasodutos foram alvo de uma crescente tensão energética entre as capitais europeias e Moscovo, que tem vindo a ter repercussões nas principais economias ocidentais, elevando os preços do gás e conduzindo a uma procura incessante por fontes alternativas de energia que quebrem com a dependência energética do Kremlin.

“Há algumas indicações de que é um dano deliberado”, disse uma fonte de segurança europeia, acrescentando que ainda é muito cedo para tirar conclusões. “É necessário perguntar: quem lucraria?”

A Rússia também disse que a fuga era motivo de preocupação e que sabotagem era uma causa possível. “Nenhuma opção pode ser descartada agora”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a jornalistas.

A Gazprom não quis comentar.

Nenhum dos gasodutos estava a fornecer gás para a Europa no momento em que as fugas foram encontradas, mas os incidentes acabam com quaisquer expectativas restantes de que a Europa possa receber gás via Nord Stream 1 antes do inverno.

“A destruição que ocorreu no mesmo dia simultaneamente em três cadeias de gasodutos offshore do sistema Nord Stream não tem precedentes”, disse a operadora de rede Nord Stream AG. “Ainda não é possível estimar o momento da restauração da infraestrutura de transporte de gás.”

Recomendadas

Hungria veta ajuda à Ucrânia, forçando UE a procurar solução alternativa

Segundo o “Politico”, o veto húngaro significa ainda que as decisões sobre todos os outros assuntos na agenda dos ministros das Finanças —  incluindo uma taxa mínima de imposto corporativo, o plano de recuperação húngaro e a decisão de congelar 7,5 mil milhões de fundos da UE para a Hungria — foram adiados.

Ucrânia: Regulador cancela licença de emissão de televisão russa na Letónia

Numa publicação feita na rede social Twitter, o regulador acusou o canal russo no exílio de uma série de violações das leis da Letónia, nomeadamente por ter mostrado a península da Crimeia como parte da Rússia num mapa.

Ucrânia: Duas bases aéreas russas atacadas por ‘drones’ ucranianos

O Ministério da Defesa da Rússia afirmou que duas bases aéreas situadas no centro do país foram hoje atacadas por ‘drones’ (aeronaves não-tripuladas) ucranianos, fazendo três mortos.
Comentários