PremiumNorth Shropshire ou o princípio do fim de Boris Johnson

derrota num feudo conservador é uma péssima notícia para o primeiro-ministro britânico, apenas atenuada pela paupérrima prestação dos trabalhistas. São os liberais que se encontram em alta.

EPA/ANDY RAIN

A derrota, prevista pelas sondagens, do Partido Conservador de Boris Johnson no círculo de North Shropshire parece marcar o declínio político do primeiro-ministro britânico – acossado por uma gestão caótica de mais uma vaga da pandemia, pelo escândalo das festas organizadas pelo seu gabinete e pelo não menos escandaloso pagamento de melhoramentos na sua residência.

A única boa notícia – ou talvez a menos má – é que os trabalhistas estão com claras dificuldades em impor o seu atual líder, Keir Starmer, que não consegue capitalizar o descontentamento latente nas hostes dos conservadores.

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumBrigadeiros viajam do Brasil para a Madeira para trazer cor e sabor

Os brigadeiros são feitos pelas mãos de Bianca Barbosa, que já criou mais de 100 sabores. Hoje, a Lulu Brigadeiros vende, além dos brigadeiros, brownies, salames e bolos.

PremiumNancy Pelosi: o render da guarda da guardiã dos velhos democratas

Devidamente independente para uns, demasidado independente para outros, a “louca Nancy Pelosi”, como Trump lhe chamava, é apenas dois anos mais velha que Joe Biden
Comentários