Nova descida do ISP leva gasolina a descer 15 cêntimos e gasóleo 14 na próxima semana

A medida aprovada pelo Parlamento e promulgada pelo Presidente da República, vai permitir uma atualização dos preços dos combustíveis já na próxima segunda-feira.

A partir da próxima segunda-feira, a carga fiscal sobre os combustíveis vai descer e assim, se for abastecer, vai pagar menos 15,5 cêntimos em cada litro de gasolina simples 95 e menos 14,2 cêntimos em cada litro de gasóleo simples.

A medida, anunciada pelo Governo e promulgada pelo Presidente da República, na semana passada, visa reduzir a carga fiscal nos combustíveis num total de 20 cêntimos por litro de gasóleo e de gasolina, devido ao efeito de uma descida da taxa do IVA de 23% para 13% e do mecanismo de revisão semanal do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP), já em vigor e que se manterá.

No entanto, este valor vai ser revisto mensalmente o que significa que em junho, poderá estar em cima da mesa um valor diferente.

“O valor da redução da carga fiscal agora implementada para o mês de maio será revisto para o mês de junho, de forma a continuar a replicar o impacto que resultaria de uma diminuição da taxa do IVA de 23% para 13%, tendo em conta preços atualizados”, lê-se na nota divulgada esta sexta-feira pelo Ministério das Finanças.

Neste sentido, o Governo irá manter em vigor a descida do ISP na próxima semana. De acordo com a nota, “manter-se-á o desconto de 4,7 cêntimos por litro de gasóleo e de 3,7 cêntimos por litro de gasolina”, sendo que este valor continuará a ser revisto semanalmente, garantindo-se assim a devolução da eventual receita extraordinária do IVA por via do ISP, como até aqui.

Na mesma nota, o gabinete de Fernando Medina dá conta que o programa Autovoucher chegará ao fim no sábado, dia 30 de abril, registando atualmente mais de três milhões de aderentes tendo até ao dia de hoje reembolsado cerca de 124,4 milhões de euros.

 

 

Relacionadas

Combustíveis com desconto de 20 cêntimos por litro a partir de segunda-feira (com áudio)

Medida vai permitir reduzir em mais de 40% os preços do gasóleo e da gasolina face a outubro.

Marcelo promulga medidas de resposta ao aumento dos preços dos combustíveis

O Presidente da República promulgou esta quarta-feira um decreto do parlamento que “aprova medidas excecionais e temporárias de resposta ao aumento dos preços dos combustíveis”, adiantou em comunicado. 
Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Fórum Seguros: “Dinheiro gerado deve ser investido em fundos que contribuem para a neutralidade carbónica”

Sofia Santos sublinhou o papel que as seguradoras têm, tendo em conta os riscos de transição, para ajudar os seus clientes a incorporar os riscos climáticos através dos produtos apresentados.

Preços na produção industrial aumentaram mais de 24%

Segundo o INE, o resultado deveu-se à “evolução dos preços da Energia e dos Bens Intermédios”.
Comentários