Nova edição do programa BrightStart da Deloitte está no terreno com seis instituições de ensino superior

Programa visa aceleração de competências na área das tecnologias informáticas para alunos que ingressarem em instituições de ensino em Leiria, Setúbal, Viseu, Coimbra, Braga e Algarve.

A Deloitte lança pelo quinto ano consecutivo o programa BrightStart, uma iniciativa de aceleração de competências na área das tecnologias informáticas para alunos que ingressarem em instituições de ensino em Leiria, Setúbal, Viseu, Coimbra, Braga e Algarve. O programa envolve já seis instituições de ensino superior, cinco politécnicos – Leiria, Setúbal, Viseu, Coimbra e Cávado e do Ave e a Universidade do Algarve.

O BrightStart permite aos estudantes do curso técnico superior profissional (CTeSP) na área das Tecnologias Informáticas conciliarem a formação académica com a experiência profissional prática adquirida através da resolução de casos práticos em contexto real de trabalho.

Os selecionados para integrar o programa têm direito a uma bolsa de estudo de longa duração, durante todos os anos do curso superior, sendo os custos académicos suportados pela Deloitte, incluindo as propinas mensais e taxas de inscrição no curso.

Paulo Pessanha de Almeida, partner da Deloitte, destaca o carácter diferenciador do programa, que combina a parte curricular da licenciatura com um forte elemento prático. “Em 2022 assinalamos um marco importante, não só pelos cinco anos do programa em Portugal, mas porque, pela primeira vez, vamos ter uma turma de alunos formados ao abrigo
do programa”, salienta.

Por seu turno, Rui Vaz, também partner da Deloitte, destaca o crescimento do programa – “estamos já presentes em seis cidades, e o sucesso é demonstrado pelo número de alunos que todos os anos se candidata. Numa altura em que os recursos nas áreas tecnológicas são escassos, a Deloitte tomou a iniciativa de não só apoiar, mas formar aqueles que serão os nossos futuros profissionais.”

O programa BrightStart foi chegou a Portugal em 2017 e tem a duração de 5 anos durante os quais os alunos irão completar um Curso Técnico Superior Profissional. Desde o início é integrado por  250 alunos, que além licenciatura na área das Tecnologias Informáticas tiveram a possibilidade de trabalhar na gestão de projetos reais em parceria com a Deloitte.

 

Período de Candidaturas
• Instituto Politécnico de Leiria: candidaturas de 15 de junho a 21 de julho
• Instituto Politécnico de Setúbal: candidaturas de 01 de julho a 16 de agosto
• Instituto Politécnico de Viseu: candidaturas de 11 de julho a 26 de agosto
• Universidade do Algarve: candidaturas de 11 de julho a 14 de agosto
• Instituto Politécnico do Cávado e Ave: candidaturas de 11 de julho a 19 de agosto
• Instituto Politécnico de Coimbra: candidaturas de 06 de junho a 01 de setembro

Recomendadas

PremiumEasypay alia-se à Sonae no “compre agora pague depois”

A empresa portuguesa de pagamentos e marca de cartões Universo fizeram um acordo para que os consumidores possam pagar as suas compras em 24 vezes (ou três partes sem juros), à moda da Klarna ou da Apple Pay Later.

Sabe o que é Web3? Há um novo guia com o bê-á-bá dos tokens

“É uma base de dados com curadoria e com a preocupação de a manter aberta a novos projetos, indo ao encontro da dinâmica que esta nova internet traz”, explica Rute Sousa Vasco, da Next Big Idea.

Sector das TI pode ganhar 100 mil milhões com as empresas de média dimensão europeias

Hendrik Willenbruch, sócio da Oliver Wyman, diz que as organizações “recorrem cada vez mais a fornecedores externos, especialmente as médias empresas, que consideram mais difícil atrair talento num ambiente de escassez geral de especialistas em recursos” tecnológicos.
Comentários