Novabase lidera ganhos em dia positivo para o PSI 20

Tecnológica chegou a valorizar quase 15% esta quinta-feira, depois de ter anunciado que vai pagar um dividendo extraordinário de 50 cêntimos por ação aos acionistas.

A Bolsa de Lisboa terminou a sessão desta quinta-feira em terreno positivo, em linha com o sentimento positivo sentido por toda a Europa. O PSI 20 fechou a somar 0,70% para 5.371,06 pontos, com 12 cotadas no verde e as restantes seis no vermelho.

A Novabase é a cotada com maiores ganhos, com uma subida de 12,22% para 3,591 euros, depois da tecnológica ter anunciado que vai pagar um dividendo extraordinário de 50 cêntimos por ação aos acionistas. No total, a empresa quer distribuir 15,7 milhões de euros de ganhos acumulados.

Ainda no verde, o BCP fechou a subir 1,75% para 0,244 euros. No retalho, a Jerónimo Martins avançou 0,82% e a Sonae 0,60%. A Galp ganhou 0,97% para 15,070 euros, apesar das perdas no preço do petróleo. O crude WTI desvaloriza 0,73% para 51,76 dólares por barril, enquanto o brent desce 0,52% para 57,27 dólares por barril.

Em sentido contrário, o dia foi negativo para as energéticas, com a EDP a cair 0,44% para 3,189 euros, a EDP Renováveis a perder 0,32% para 7,160 euros e a REN a recuar 0,18% para 2,735 euros.

“As principais praças europeias deram hoje uma confirmação do movimento corretivo, depois das quedas no início da semana. É o segundo dia em que as bolsas voltam a reagir positivamente com as ameaças entre a Coreia do Norte e EUA a dissiparem-se. Para já atravessamos um clima de maior estabilidade com os investidores a sentirem-se mais seguros”, explicou o gestor da corretora XTB, João Tenente.

“Quanto às eleições na Alemanha com o partido de extrema direita a ser a terceira maior força política, os investidores acreditam que apenas com o tempo se irá notar se existe um impacto muito direto no que tem vindo a ser trabalhado até ao momento. O PSI20 segue em linha com a tendência altista verificada nos mercados voltando a ser dos índices que mais valorizam”.

Entre as pares europeias, o alemão DAX subiu 0,37%, o francês CAC 40 ganhou 0,22% e o britânico FTSE 100 avançou 0,13%. Em sentido contrário, o espanhol IBEX 35 perdeu 0,47% e o italiano FTSE MIB deslizou 0,14%. No mercado cambial, o euro valoriza 0,37% para 1,1788 dólares.

Recomendadas

Wall Street fecha instável em face da provável recessão

A indefinição está a marcar a economia interna dos Estados Unidos. sabe-se que haverá uma recessão, mas os seus contornos em termos de profundidade e duração não são claros. E o mercado mobiliário parece não gostar disso.

Há quem queira fugir à regulação do mercado criptoativo, alerta responsável europeia

A regulação deverá chegar no espaço de um ano, diz a comissária europeia para os serviços financeiros. Mas há ‘players’ do mercado que escolhem deliberadamente jogar contra as regras, avisa. A abordagem deve ser “global”.

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.
Comentários