PremiumNovidades que vão ter impacto na carteira em 2021

As rendas e as portagens vão manter-se inalteradas. Já a luz será mais barata no mercado regulado e o pão arrisca a ficar mais caro.

Na viragem do ano, alguns dos preços costumam mudar e as medidas do Orçamento do Estado também ‘mexem’ no bolso das famílias e empresas. Em 2021, a eletricidade desce, as rendas, os transportes públicos e as portagens ficam inalterados; o preço do tabaco sobe e o aumento de 635 para 665 euros do salário mínimo nacional pode ditar um crescimento do preço do pão, perspetiva a indústria de panificação, ressalvando que o peso e o preço deste produto são livres.

Com a inflação negativa e com a atualização dos preços ditada por este indicador são muitos os casos em que os preços não alteram. Transportes, telecomunicações e portagens estão entre os bens e serviços cujo preços vão manter-se inalterados no próximo ano.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Mais do que o mercado global, a imigração digital estimula as economias locais

Atualmente, a maior parte da inovação ocorre de forma colaborativa e a mobilidade global das pessoas tem sido um fator importante no aumento do número de polos criativos.

Turismo. Hóspedes e dormidas em outubro superam em mais de 5% o registo pré-pandemia

O mercado interno contribuiu com 1,8 milhões de dormidas (-2,7% face ao mesmo mês do ano passado), ao passo que os mercados externos somaram 4,9 milhões (+37,3%).
Comentários