Novo assalto a criptomoedas rouba 168 milhões de euros

O hack da Beanstalk foi o quinto maior roubo de criptomoedas registado, de acordo com o “Wall Street Journal”. O hack acontece depois de um roubo de 540 milhões de dólares (500 milhões de euros) no mês passado da plataforma para o jogo online Axie Infinity.

No domingo passado, um hacker explorou uma fragilidade informática de uma ‘stablecoin’ chamada Beanstalk e roubou mais de 182 milhões de dólares (168 milhões de euros) em ativos digitais.

O hack roubou todo o éter que era detido pelo fundo. Uma vez removido o éter, o valor da própria ‘stablecoin’, chamada Bean, caiu de 1 dólar para 10 cêntimos, de acordo com os dados da CoinGecko. Mais recentemente, estava a negociar a 6 cêntimos.

Após o colapso do bean, o lucro do hacker foi de cerca de 76 milhões de dólares (70 milhões de euros), de acordo com um post de blogue da Beanstalk Farms, o grupo que gere o projeto.

O hack da Beanstalk foi o quinto maior roubo de criptomoedas registado, de acordo com o “Wall Street Journal”. O hack acontece depois de um roubo de 540 milhões de dólares (500 milhões de euros) no mês passado da plataforma para o jogo online Axie Infinity.

O ritmo de hacks por semana em 2022, de cerca de um hack por semana, está em linha com o ano passado, mas a quantidade roubada está a aumentar, de acordo com os dados da Rekt. Desde agosto, houve 37 hacks em 38 semanas que roubaram cerca de 2,9 mil milhões de dólares em criptomoedas.

Isto está em linha com os 3,2 mil milhões de dólares (2,98 mil milhões de euros) roubados em todo o ano de 2021, de acordo com os dados da empresa de análise Chainalysis.

A natureza dos projetos de código aberto no universo de DeFi é outra das razões pelas quais são tão atraentes para os hackers. Os hackers podem passar algum tempo a examinar o código à procura de fraquezas, disse Chainalysis.

Recomendadas

Bolsa de Lisboa contraria Europa e encerra em terreno positivo com a EDP a liderar ganhos

Contrariamente, as congéneres europeias encerram a sessão no ‘vermelho’, excetuando o espanhol Ibex 35, que valoriza 0,05%.

Wall Street abre no ‘vermelho’. Snapchat arrasta sector tecnológico com perdas superiores a 38%

As ações da Snapchat (Snap) caem 38,05% para 13,96 dólares e arrastam o sector tecnológico depois de a empresa ter emitiu uma declaração em que fazia uma revisão em baixa das suas previsões sobre o crescimento trimestral e apontou para a deterioração do ambiente macroeconómico.

Greenvolt e Energias de Portugal lideram perdas na Bolsa de Lisboa

A Bolsa de Lisboa está a meio da sessão no ‘vermelho’. A Greenvolt desce 6,78%, para os 6,74 euros e a EDP desvaloriza 1,09%.
Comentários