Novo crédito à habitação bate máximo desde dezembro de 2007 e soma 1.691 milhões em março

O novo crédito à habitação somou 1.691 milhões de euros em março, um máximo mensal desde dezembro de 2007, tendo a taxa de juro média dos novos empréstimos subido para 1,03%, ultrapassando 1% pela primeira vez em 20 meses.

O novo crédito à habitação somou 1.691 milhões de euros em março, um máximo mensal desde dezembro de 2007, tendo a taxa de juro média dos novos empréstimos subido para 1,03%, ultrapassando 1% pela primeira vez em 20 meses.

Segundo dados divulgados hoje pelo Banco de Portugal (BdP), também o montante dos novos empréstimos às empresas disparou 70% em março face a fevereiro, totalizando 2.276 milhões de euros, o que representa um aumento de 933 milhões.

Em março, os bancos concederam 2.451 milhões de euros de novos empréstimos aos particulares, com o montante concedido a aumentar “em todas as finalidades” face a fevereiro.

Recomendadas

Fórum Seguros: Literacia, talento e cliente são principais desafios

As empresas de seguros enfrentam dificuldades na captação e retenção de talento e na forma como transitem a importância dos seguros à sociedade. O painel Novas Tendências nos Seguros, inserido no Fórum Sector Segurador 2022 do Jornal Económico, deixa algumas pistas sobre como ultrapassá-los.

Alteração da percepção de risco foi ponto positivo da pandemia, destaca responsável da Prévoir Portugal

No painel “Novos Paradigmas: ramo vida e seguros de pensões”, do Fórum Seguros organizado pelo Jornal Económico, debateram-se as perspectivas de futuro para estes dois ramos. A literacia financeira mas também as exigências dos novos consumidores são temas que estão no foco das seguradoras.

BNU em Macau com lucro de 4,68 milhões no trimestre, menos 64% do que em 2021

O Banco Nacional Ultramarino (BNU) em Macau registou um lucro de 39,9 milhões de patacas (4,68 milhões de euros) no primeiro trimestre de 2022, menos 63,6% em termos anuais.
Comentários