Fundo quer captar 120 milhões para investir em residências sénior

O Fundo ‘Silver Domus’ prevê o crescimento da oferta de vida sénior assistida para perto de 4.500 camas até final de 2024, distribuídas por todo o território português, mas com maior presença nas cidades de Lisboa e do Porto.

A IM Gestão de Ativos – SGOIC, SA (IMGA) criou um novo fundo de capital de risco, designado por ‘Silver Domus, Vida Sénior FCR’ para investir no mercado sénior português. O registo já foi efetuado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e o fundo quer agora captar 120 milhões de euros para investir neste segmento.

De resto, a gestora já chegou a um acordo com duas importantes sociedades participantes do mercado, que “contarão com mais de 1.030 camas em funcionamento em 2022”, indica a IMGA em comunicado. Além disso, este Fundo prevê o crescimento da oferta de Vida Sénior Assistida para perto de 4.500 camas até final de 2024, distribuídas por todo o território português, mas com maior presença nas cidades de Lisboa e do Porto.

“A primeira fase de subscrição do Fundo ‘Silver Domus’ está a decorrer até 31 de janeiro de 2022, com um montante mínimo de subscrição de 50 mil euros, podendo ser subscrito por investidores institucionais ou por investidores qualificados, quer diretamente na IMGA, quer pelos distribuidores com quem a sociedade tem estabelecidos contratos de comercialização para o efeito”, pode ler-se no documento.

Emanuel Silva, presidente executivo da IMGA esclarece que vai ser feito em duas fases, sendo que “a primeira já se encontra num estágio adiantado de implementação e consolidação da presença a nível de todo o território nacional, nos conceitos de vida sénior assistida (ERPI’s e UCC’s)”.

Já a segunda fase irá decorrer até ao final de 2023 trazendo para Portugal o conceito de Campus Sénior, que contará com uma implementação inicial de três unidades, “oferecendo um conjunto de serviços diferenciadores de elevada qualidade que procuram responder às atuais necessidades da população sénior”, refere Emanuel Silva.

Recomendadas

EDP Renováveis vende Companhia Paranaense de Energia por 350 milhões de euros

A venda foi feita por um Enterprise Value (inclui dívida) estimado de 1,80 mil milhões de reais a 31 de dezembro de 2021 (o que equivale a 0,35 mil milhões de euros à taxa cambial de 5,16 euros/um real), e que será ajustado à data de conclusão.

Sindicatos desconvocam greve no Metro de Lisboa marcada para quarta-feira

No entanto, a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações entregou um novo pré-aviso de paralisação para 25 de outubro.

Talent Protocol compra empresa canadiana ligada à blockchain

A escolha recaiu sobre a Agora Labs, fundada por um grupo de quatro adolescentes. Matthew Espinoza (agora com 20 anos) e Freeman Zhang (de 19 anos) juntam-se à equipa da startup portuguesa dos ‘tokens’ para profissionais talentosos.
Comentários