Número de processos de falência, insolvência e recuperação de empresas aumenta na Madeira

No 1º trimestre de 2022, o número de processos de falência, insolvência e recuperação de empresas aumentou homologamente 48,8%.

O número de processos de falência, insolvência e recuperação de empresas entrados nos tribunais judiciais de 1.ª instância da Comarca da Madeira aumentou 16,4% em termos trimestrais no 1º trimestre de 2022, de acordo com a informação fornecida pela Direção Geral de Política de Justiça (DGPJ), divulgada pela Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

Assim, comparando o 4º trimestre de 2021 e o 1º trimestre de 2022, este número passou de 55 para 64 processos, um valor muito próximo dos níveis de 2019.

Em termos trimestrais, o número de processos também aumentou: no 1º trimestre de 2021 estes eram 43, aumentando no mesmo trimestre de 2022 48,8%.

No 1.º trimestre de 2022, foram 60 os processos findos, de entre os quais, 52 (ou seja, 86,7%) terminaram em falência ou insolvência. Face ao trimestre anterior, este número de falências/insolvências foi superior, já que nesse trimestre foram 43 os processos findos. Comparando ao trimestre homólogo, houve mais um processo findo em igual período de 2022.

No que diz respeito ao tipo de pessoa envolvida nas falências e insolvências declaradas, foram as pessoas singulares que tiveram mais peso, representando 75,0% do valor total. Com efeito, das 52 falências/insolvências decretadas neste trimestre, 39 foram de pessoas singulares e 13 de pessoas coletivas.

“Este resultado está de acordo com a tendência habitual, sendo que apenas no 2.º trimestre de 2020 se verificou uma exceção, com o número de falências/insolvências decretadas de pessoas coletivas a superar o de pessoas singulares”, esclarece a DREM.

Recomendadas

Madeira: Número de acidentes de trabalho diminuiu 24,4% em 2020

O sector da “Construção” concentra o maior número de acidentes, com 24% do total, seguido do sector do “Comércio por grosso e a retalho, reparação de veículos automóveis e motociclos”, com 16,5%.

Câmara do Funchal promove atividades lúdicas para celebrar Dia Internacional da Juventude

As atividades estarão a decorrer próxima sexta-feira à tarde, das 15ho0 às 18h00, no Parque de Santa Catarina. 

IL denuncia falta de resposta da Câmara do Funchal para problema de ruído na Zona Velha

Nuno Morna frisa que há dois meses o partido pediu uma audiência a várias entidades, nomeadamente o Presidente da Câmara do Funchal, Inspeção das Atividades Económicas (ARAE), Comando Regional da PSP Madeira e Provedoria de Justiça, onde pretendia apresentar e clarificar questões sobre a situação do ruído da Zona Velha.
Comentários