Nunca houve tantos funcionários não docentes nas escolas, diz ministro

Tiago Brandão Rodrigues salienta que o primeiro semestre escolar decorrem com uma “tranquilidade a que há muitos anos não se assistia”.

O ministro da Educação disse esta sexta-feira que “nunca houve tantos não docentes nas escolas” em Portugal. Tiago Brandão Rodrigues afirma ainda que as insuficiências registadas em algumas instituições escolares têm sido resolvidas com a contratação de 300 novos assistentes operacionais.

“Temos neste momento um número significativo de pessoal não docente, cumprindo, na grande maioria dos agrupamentos e escolas não agrupadas, o rácio legal”, afirma Tiago Brandão Rodrigues.

O ministro sublinha que “o primeiro período e o ano letivo começaram com uma tranquilidade que há muitos anos não se assistia” e que a insuficiência de pessoal não docente em alguns estabelecimentos não condicionou o normal funcionamento escolar.

“Nada disso está a pôr em causa o funcionamento normal das nossas escolas. É nesse sentido que estamos a trabalhar com muitos municípios para que eles também assumam as suas responsabilidades relativamente ao pessoal não docente, cumprindo também o Ministério da Educação as suas responsabilidades no reforço deste corpo tão importante das nossas escolas”, salienta Brandão Rodrigues.

O ministro da Educação frisa que o Governo está a trabalhar “para que esse reforço de efetivo aconteça”, o que diz já se estar a verificar “em todos os agrupamentos que têm necessidade de terem mais pessoal não docente”.

Recomendadas

AML recomenda à câmara redução da velocidade de circulação permitida na cidade

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou hoje uma recomendação para que a câmara operacionalize o programa “A Rua é Sua”, com a eliminação parcial do trânsito automóvel aos domingos, e a redução da velocidade de circulação permitida na cidade.

Eutanásia: Bancada do PSD voltará a dar liberdade de voto aos deputados

Os deputados do PSD vão voltar a ter liberdade de voto no diploma que pretende despenalizar a morte medicamente assistida, disse à Lusa fonte social-democrata.

Município de Leiria favorável à desagregação de duas uniões de freguesias

O Município de Leiria deu hoje pareceres favoráveis, por unanimidade, à desagregação das uniões de freguesias de Monte Redondo e Carreira, e Souto da Carpalhosa e Ortigosa.
Comentários