“O Brasil piorou”. Críticas a Bolsonaro inundam redes sociais

A revolta online surge na sequência de indicadores negativos no que diz respeito ao poder de compra dos cidadãos brasileiros- está prevista uma perda de poder de compra em 1,7%, agravada pela inflação. Bolsonaro terminará o seu mandato com o salário mínimo inferior do que quando subiu ao poder, algo inédito desde 1994.

‘O Brasil piorou’ tornou-se um hashtag popular no Twitter do Brasil desde a última quinta-feira, tendo os usuários da rede social partilhado as suas frustrações com o mandato do atual presidente Jair Bolsonaro, inclusive o ex-presidente Lula da Silva.

A revolta online surge na sequência de indicadores negativos no que diz respeito ao poder de compra dos cidadãos brasileiros- está prevista uma perda de poder de compra em 1,7%, agravada pela inflação. Bolsonaro terminará o seu mandato com o salário mínimo inferior do que quando subiu ao poder, algo inédito desde 1994.

Outras questões foram também levantadas, desde o aumento da desflorestação no território brasileiro neste mandato, ao regresso do país ao Mapa da Fome (o Brasil regista atualmente o menor consumo de carne em 16 anos) e o aumento do preço dos combustíveis.

 

 

 

Por outro lado, os defensores do atual presidente do Brasil contestaram a sua responsabilidade pelos índices negativos que ilustram que ‘o Brasil piorou’, transferindo a culpa para outros fatores como a Guerra na Ucrânia e a pandemia por Covid-19.

 

Recomendadas

UE pede ao Reino Unido para travar extradição de Assange

“A acusação dos Estados Unidos contra Assange levanta questões importantes sobre a proteção daqueles que publicam informações classificadas de interesse público, incluindo informações que expõe as violações dos direitos humanos”, disse a Comissária dos Direitos Humanos da União Europeia, Dunja Mijatović.

Rússia expulsa 34 diplomatas franceses

A situação poderá estender-se ao corpo diplomático espanhol, dado que Sergey Lavrov convocou esta quarta-feira o embaixador espanhol em Moscovo, Marcos Gómez.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários