O Tomorrow chegou à Cidade BI4ALL

Dois dias de apresentações, debates, e muito networking: foi assim a terceira edição do Tomorrow’22 promovido pela empresa especialista em Data Analytics e Inteligência Artificial, BI4ALL, nos dias 15 e 16 de novembro.

José Oliveira, CEO da BI4ALL

 

Um antigo armazém transformado num moderno espaço de trabalho, com vários ambientes, pensados para o trabalho, individual e colaborativo, mas também para momentos de networking e de lazer, é a imagem ideal para o Tomorrow is already here. O evento de dois dias contou com a presença de vários especialistas, assim como de clientes e parceiros da tecnológica portuguesa.

Dezenas de pessoas encheram o auditório da Cidade BI4ALL, a sede da empresa, aos quais se juntaram cerca de 800 pessoas via streaming. Mas, ou não fosse a inovação um dos pilares da BI4ALL, o acesso virtual ao evento permitia muito mais do que assistir às sessões, os participantes podiam também interagir com os oradores, aceder aos stands dos parceiros presentes ou colocar questões. Resumindo, uma experiência imersiva com total acesso ao Tomorrow’22 a partir de qualquer parte do mundo!

O pontapé de saída do evento foi dado por Carla Fonseca, CMO da BI4ALL, que deu o mote para o dia: The power of data! Foi a vez de José Oliveira, CEO da empresa, subir ao palco para falar da trilogia do sucesso: inovação, tecnologia e criatividade. Partindo do acrónimo VUCA (volatility, uncertainty, complexity, uncertainty) explicou a necessidade de uma nova mentalidade pós-covid.

“Depois do Covid tudo mudou. As variáveis são completamente diferentes: mais complexidade nos mercados e nas empresas” acrescentando “que hoje já não existem planos para um ano, no máximo três meses”. Isto exige, segundo o CEO, numa imagem muito vívida “reaprender a andar, ser calmo e paciente, ter um olhar próximo e pensar fora da caixa”.  E neste novo paradigma os dados são essenciais, mas é preciso ter consciência que dados não é conhecimento.

A apresentação de José Oliveira foi completada por Nuno Barboza, membro do Executive Board da BI4ALL, que afirmou que “são gerados diariamente 20 terabytes de dados para consumo público.” Levantando a questão de como se pode transformar os dados em conhecimento.

E seria esse o grande tema do primeiro dia: como tratar os dados de maneira a que estes sejam úteis no processo de tomar decisões. E foram vários os exemplos apresentados durante o dia. Sofia Couto da Rocha, do grupo Lusíadas Saúde, e Nicolas Gimenez-Stamminger, da CSL Vifor, destacaram a importância do uso de dados para os cuidados de saúde, mas também alertaram para a possibilidade do seu mau uso, sublinhando a importância da regulação.

Já Daniel Wicki, da Varo Energy, juntamente com Rui Gorgueira e Raúl Sardinha da BI4ALL, destacaram a necessidade da inovação tecnológica para dar utilidade aos dados. Outro dos pontos sublinhados na sessão “is it possible to survive without data analytics” foi a importância de uma relação de confiança entre as empresas de data analytics e os seus clientes.

Foram vários os casos práticos apresentados, de empresas de setores variados, como a EDP, a Transdev, a Mudum Seguros ou o Montepio até às gigantes tecnológicas como a Google, a IBM, a MicroStrategy e a Microsoft.

De destacar ainda, a apresentação de Luís Laginha, CGO da BI4ALL, sobre a importância de uma estratégia de nearshore para as organizações. Num momento onde cada vez mais organizações e pessoas confiam no trabalho remoto, continua a ser importante garantir alguma proximidade, não apenas física, mas também linguística e cultural. Uma estratégia nearshore garante a flexibilidade do trabalho remoto, sem descurar a proximidade.

O dia terminou com um momento de descontração, no lounge da Cidade BI4ALL, onde entre a música ao vivo, um artista de caricaturas, e um cocktail, onde foi possível aos participantes partilhar as experiências do dia.

Recomendadas

Tudo o que precisa de saber sobre o SIFIDE e fundos de investimento – Assista agora!

Assista ao JE Brand Channel webinar: SIFIDE e Fundos de Investimento e descubra todas os benefícios deste sistema para as empresas.

Lidl une esforços com a Cruz Vermelha Portuguesa neste Natal

A cadeia de supermercados vai doar 250 mil euros à CVP para apoiar as pessoas que mais precisam.

Assista agora à Talk: o Financiamento Sustentável em contexto de proximidade

O financiamento sustentável tem vindo a ganhar espaço. Pode esta ser uma oportunidade de construir uma economia mais justa?
Comentários