O vídeo de Natal que preferíamos não ter de ver

O Natal de 2017 não esquece o resto do ano. Lembrar as vilas que foram engolidas pelos incêndios e as vidas perdidas, pôr a mão na terra e plantar uma árvore, pode ser uma forma de desejar Feliz Natal e devolver esperança a quem mais precisa.

A três dias da tragédia de 15 de outubro, o departamento de marketing do grupo Grupel reuniu-se para definir como seria o vídeo de Natal de 2017 e o tema definido foram os incêndios que tinham assolado o país no verão.

“Estávamos longe de imaginar que passados três dias (sim, três dias!!!) iríamos “sofrer na pele” a tragédia dos incêndios de 15 de outubro. Foi e continua a ser duro, ver tudo negro à nossa volta, mas agora, mais do que nunca, fazia sentido basear a nossa ação de Natal nisto e…. bem, o resto está no vídeo”, explicam os responsáveis pelo vídeo de Natal que mostra a devastação que os incêndios provocaram no país este ano.

Recomendadas

Leão vê PIB a crescer acima de 6% este ano e desaceleração em 2023

O antigo ministro das Finanças João Leão acredita que o crescimento do PIB português poderá superar 6% este ano, mas aponta para uma desaceleração em 2023, com uma estagnação ou mesmo recessão na zona euro, defendendo uma estratégia prudente.

Respostas Rápidas: como pode aceder ao complemento solidário para idosos ou outras pensões?

A propósito do Dia Internacional do Idoso e dado o envelhecimento cada vez maior da sociedade portuguesa, importa compreender como podem os contribuintes aceder a vários apoios disponibilizados pela Segurança Social.

Preços do gás e da eletricidade para as famílias sobem a partir de hoje

Os aumentos de preços do gás natural e da eletricidade para os clientes domésticos, no mercado regulado e no liberalizado, entram hoje em vigor, o que, em alguns casos, vai pesar quase mais 40 euros na fatura mensal.
Comentários