OE2023: Medina reitera objetivo de retirar Portugal da lista de países mais endividados (com áudio)

O ministro das Finanças, Fernando Medina, insistiu hoje na importância de redução da dívida e do objetivo de retirar Portugal da lista dos países mais endividados, o que reforça a credibilidade externa do país.

“No ano de 2022 teremos uma dívida inferior à que tínhamos no início da pandemia, seremos dos poucos países a conseguir este feito”, disse o ministro, sublinhando que o objetivo para este ano e os seguintes é “retirar Portugal da lista de países mais endividados”, colocando-o no pelotão de dívida de grandes economias como a francesa.

O ministro das Finanças falava no final de um almoço promovido pelo International Club of Portugal, em Lisboa, no qual respondeu a questões colocadas pelos participantes, admitindo: Se ainda é cedo “para dizer em que lugar ficaremos nesse pelotão”, é certo que Portugal o integrará.

Recomendadas

Dois terços dos municípios aplicam derrama de IRC sendo 127 com taxa máxima

Dois terços dos municípios portugueses vão cobrar derrama de IRC às empresas instaladas nos seus concelhos, havendo 127 que aplicarão o valor máximo de 1,5%, segundo a tabela de taxas agora divulgada pelo fisco.

Governo aprova extinção do fundo de pensões da Caixa

A extinção do fundos de pensões da CGD já está aprovada. Os beneficiários não serão, contudo, prejudicados, já que as responsabilidades passam para a CGA.

Reformas antecipadas de pessoas com deficiência vão ter condições mais favoráveis

O Governo aprovou esta tarde as regras do regime mais favorável de antecipação da idade da reforma para as pessoas com deficiência. Nestes casos, não são aplicados cortes.
Comentários