Oficial: Rupert Murdoch vende parte da 21st Century Fox à Disney por 44 mil milhões

A Walt Disney Company anunciou oficialmente a compra de parte da 21st Century Fox, do magnata Rupert Murdoch por cerca de 52.400 milhões de dólares (cerca de 44 mil milhões de euros).

A Walt Disney Company anunciou oficialmente a compra de parte da 21st Century Fox, do magnata Rupert Murdoch, por cerca de 52.400 milhões de dólares (cerca de 44 mil milhões de euros).

Ao adquirir esta parcela do império mediático de Rupert Murdoch, a Disney reforça a sua resposta ao crescimento da concorrente Netflix e assume também a dívida de 13.700 milhões de dólares (aproximadamente 11.500 milhões de euros) do grupo de comunicação social.

A transação compreende os ativos de entretenimento da Century Fox, nomeadamente o estúdio de cinema 20th Century Fox, a 20th Century Fox Television, os canais por cabo FX e National Geographic, as participações nas emissoras internacionais Sky, Star TV e Hulu, bem como as ligas desportivas regionais dos Estados Unidos da América.

Já no início da semana a imprensa internacional noticiava quer a Disney deveria fechar a aquisição de parte do grupo de comunicação social norte-americano esta quinta-feira por 60 mil milhões de dólares (cerca de 51 mil milhões de euros), acabando o negócio por traduzir-se num valor cerca de 8 mil milhões de dólares abaixo.

Relacionadas

Grupo de Murdoch encerra Fox News no Reino Unido

A justificação para a 21st Century Fox encerrar o canal noticioso norte-americano em Inglaterra prende-se com falta de interesse comercial.

Wall Street fecha na linha de água com queda da Disney e tecnológicas

Depois das fortes valorizações desde o início da semana, os principais índices norte-americanos corrigem.
Recomendadas

“Nova atitude da TAP perante os gastos terá de abranger também os pilotos”, desafia SPAC

“À mulher de César não lhe basta ser séria, tem que parecer séria”. É com esta frase que o Sindicato dos Pilotos de Aviação Civil (SPAC) concluiu um comunicado em que critica a gestão da TAP – entregue atualmente à francesa Christine Ourmiere-Widener – por ter renovada a frota automóvel da administração com mais de 50 […]

TAP diz que renovação da frota automóvel permite poupar anualmente 630 mil euros

A TAP diz que a opção de comprar 50 BMWs representa uma poupança superior a 20% do valor mensal da renda e tributação, relativamente a novos contratos de renting e está em linha com o plano de reestruturação.

Sindicato diz que renovação da frota automóvel da TAP é ética e moralmente condenável

Num comunicado aos associados que a Lusa teve acesso, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) assinala que “foi com enorme estupefação e uma boa dose de vergonha alheia que os sindicatos, os trabalhadores do grupo TAP e os contribuintes portugueses foram confrontados com uma notícia que pode até ter uma rebuscada justificação económica, mas que é ética e moralmente condenável”.
Comentários