OGMA e sindicatos fecham acordo para atualização de salários

Numa nota enviada à imprensa, a OGMA indica que está previsto um aumento de 2% da tabela salarial com efeitos retroativos em 1 de junho deste ano.

A OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal e os Sindicatos fecharam um acordo para a atualização da tabela salarial, em vigor este ano e no próximo.

Numa nota enviada à imprensa, a OGMA indica que está previsto um aumento de 2% da tabela salarial com efeitos retroativos em 1 de junho deste ano.

Além disso, a partir de janeiro do próximo ano, entrará em vigor um aumento salarial de 3,5%, elevando o salário mínimo na OGMA para 889 euros.

“O acordo alcançado é um momento importante para a OGMA, constituindo uma plataforma de estabilidade social essencial para que a empresa se foque no desenvolvimento da sua atividade na Manutenção de aeronaves civis e de defesa, motores e componentes e na Fabricação de aeroestruturas, no desenvolvimento de novas oportunidades de negócio e para continuar a dar resposta às solicitações dos seus clientes e aos desafios colocados pelo setor da aviação a nível global”, refere a OGMA no mesmo comunicado.

“Perante um contexto económico internacional marcado por incerteza, por constrangimentos na cadeia de fornecimento global, nomeadamente ao nível de matérias-primas, transporte e logística, e por impactos diretos na economia nacional, com o aumento da inflação e consequente aumento dos preços dos produtos, este acordo para atualização da tabela salarial reforça o compromisso da OGMA para aumentar o rendimento disponível dos seus colaboradores, que constituem um elemento central e decisivo para o sucesso presente e futuro da empresa”, é referido

 

Recomendadas

Espanha quer avançar com gasoduto que fica a mais de 750 quilómetros de Portugal

Governo espanhol está empenhado num gasoduto que vai servir para enviar gás argelino para o norte da Europa, deixando Portugal e o porto de Sines para trás. Madrid em silêncio sobre terceira interligação entre Portugal e Espanha.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Preço da pescada já aumentou 76% desde fevereiro, alerta Deco

Nos últimos cinco meses, o preço do cabaz alimentar é mais caro 27,61 euros. Olhando exclusivamente para as categorias de produto com maiores subidas de preços entre 23 de fevereiro e 10 de agosto, logo depois do peixe (mais 22,01%), a carne é a que mais se destaca, com um aumento de 17,17%.
Comentários