Oi dispara 8,5% após oferta da Altice pela PT

As ações da operadora brasileira Oi dispararam hoje e seguem a valorizar 8,5%, depois de a multinacional francesa Altice, dona da Cabovisão e da Oni, ter formalizado a oferta de compra da PT Portugal por 7.025 milhões de euros (ME). Cerca das 13:15 em Lisboa (11:15 em São Paulo), as ações da Oi avançavam 8,46% […]

As ações da operadora brasileira Oi dispararam hoje e seguem a valorizar 8,5%, depois de a multinacional francesa Altice, dona da Cabovisão e da Oni, ter formalizado a oferta de compra da PT Portugal por 7.025 milhões de euros (ME).

Cerca das 13:15 em Lisboa (11:15 em São Paulo), as ações da Oi avançavam 8,46% para 1,41 reais (cerca de 45 cêntimos), com mais de 16 milhões de ações transacionadas na bolsa de São Paulo (Índice Ibovespa).

Na sexta-feira, os títulos da Oi, que detém a PT Portugal desde o aumento de capital de 05 de maio, fecharam nos 1,30 reais (41 cêntimos), depois de terem batido mínimos a 23 de outubro, quando chegaram a valorizar 1,05 reais (33 cêntimos), já depois da rejeição pelo Tribunal do Luxemburgo do pedido de gestão controlada da Rio Forte Investments, podendo isto significar a insolvência desta empresa do Grupo Espírito Santo e, logo, a impossibilidade da Portugal Telecom vir algum dia a recuperar os cerca de 900 milhões de euros que ali investiu em papel comercial.

Os últimos máximos registados remontam a 05 de maio, dia do aumento de capital, quando as ações encerraram o mercado a cotar 2,39 reais (77 cêntimos).

Os ganhos de hoje ocorrem depois da multinacional do setor das telecomunicações Altice ter oferecido 7.025 milhões de euros para a compra dos ativos da Portugal Telecom (PT) fora de África, segundo um comunicado da empresa.

 

PJE/Lusa

Recomendadas

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quarta-feira

O INE divulga hoje as estatísticas de rendas da habitação ao nível local no segundo trimestre do ano, os inquéritos de conjuntura às empresas e aos consumidores deste mês e ainda as estimativas mensais de emprego e desemprego referentes ao mês de agosto. Nos EUA, faz-se inventário ao crude, aos destilados e aos combustíveis.

Cinco milhões para ações de emergência na serra da Estrela até final do ano

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, Duarte Cordeiro, disse que o Fundo Ambiental disponibiliza, até ao final do ano, cerca de cinco milhões de euros para ações de emergência.

Costa Silva: Próximos anos não vão ser “cor-de-rosa” para a economia portuguesa

António Costa Silva, ministro da Economia, afirma que “não é com receitas do passado que vamos resolver os problemas”, defendendo que “para resolver os problemas de curto prazo, precisamos de uma visão de longo prazo”.