OLX: preços sobem 12% nos artigos em segunda mão face ao início do ano

Em comparação com igual período do ano passado, o aumento dos preços em todas as categorias é de 20%, revelou em comunicado o portal de compra e venda de bens usados.

Desde janeiro a setembro de 2022, os preços dos artigos em segunda mão à venda no site do OLX aumentaram em média 12%. Em comparação com igual período do ano passado, o aumento dos preços em todas as categorias é de 20%, revelou em comunicado o portal de compra e venda de bens usados.

A categoria onde se verifica o maior aumento de preços desde o início de janeiro é na categoria “telemóveis e tablets”, com um disparo de 37%, de 215 para 294 euros. Seguem-se os “carros, motos e barcos”, com uma subida de 25%, de 2.543 para 3.180 euros e “móveis, casa e jardim”, com aumento de 24%, correspondente a uma progressão dos 127 para os 157 euros. Na categoria “bebé e criança”, a subida foi registada em 21%, de 39 para 47 euros.

Entre as principais categorias, a que registou maior aumento da procura entre janeiro e setembro foi a de “imóveis”, com 28%. Seguiram-se “outras vendas” (subida de 17%), “bebé e criança” (16%) e lazer (15%). Crescimentos menores ocorreram em “telemóveis e tablets” (+0,8%) e “carros, motos e barcos” (+2,3%). Por outro lado, a procura desce nas categorias de “tecnologia” (-17%), “moda” (-15%), “agricultura” (-7%) e “móveis, casa e jardim” (-2,2%).

A maior procura por produtos centrou-se em carrinhos de bebé e berços na categoria de “bebé e criança”, bilhetes para os Coldplay e guitarras em “lazer”, assim como contentores marítimos e contentores no que respeita a “outras vendas”. Na categoria de “imóveis”, a procura pela palavra-chave “arrendar” supera todas as restantes.

A nível da oferta, os maiores aumentos registaram-se em “móveis, casa e jardim” (20%) e “outras vendas” (18%). As maiores quebras ocorreram em categorias como “imóveis” (-25%), “telemóveis e tablets” (-12%) e “tecnologia” (-9%).

Recomendadas

Ibersol com lucros de 14,6 milhões de euros até setembro

A Ibersol registou nos primeiros nove meses deste ano lucros consolidados de 14,6 milhões de euros, que comparam com prejuízos de mais de 20 milhões de euros no período homólogo.

Greve na CP e IP suprimiu 701 comboios até às 18h00

A greve dos trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) levou à supressão de 701 comboios da CP entre as 00h00 e as 18h00.

Semapa aprova distribuição de reservas no montante de quase 100 milhões

Na Assembleia Geral Extraordinária da Semapa foi aprovada a proposta de distribuição de reservas no montante ilíquido por ação de 1,252 euros.
Comentários