Oney Bank estabelece parceria com Xiaomi Store Portugal para pagamentos fracionados

Com esta solução, os clientes Xiaomi Store podem pagar as suas compras entre 75 euros e 2.000 euros, em 3, 4 e 6 prestações, sem juros nem encargos associados, e pode ser utilizada com qualquer cartão bancário de débito ou de crédito, da rede Visa ou Mastercard, refere o Oney Bank.

O Oney Bank, especialista em soluções de pagamento e crédito ao consumo, anuncia em comunicado uma parceria que o permite chegar às lojas físicas da Select Smart, Xiaomi Store Portugal, “com a solução 3x 4x Oney*, um crédito pessoal que permite financiar equipamentos e tecnologia de última geração comercializados pela Xiaomi Store”.

Com esta solução, os clientes Xiaomi Store podem pagar as suas compras entre 75 euros e 2.000 euros, em 3, 4 e 6 prestações, sem juros nem encargos associados, e pode ser utilizada com qualquer cartão bancário de débito ou de crédito, da rede Visa ou Mastercard.

“O pagamento fracionado vai permitir aos seus clientes comprar produtos e escolher o valor mensal que melhor se ajusta ao seu orçamento familiar que, de outra forma, eventualmente não poderiam pagar”, refere a nota.

Atualmente, com presença em 18 lojas físicas em todo o país e a loja online www.xiaomistore.pt, as lojas Xiaomi Store comercializam apenas produtos oficiais e certificados de acordo com a legislação europeia. “A Select Smart é o parceiro e revendedor oficial da Xiaomi em Portugal e opera através das Xiaomi Store Portugal”, revela o comunicado.

Para Laurence Griseti, responsável pelas parcerias do Oney Bank Portugal, “esta parceria reforça o nosso compromisso em proporcionar as melhores soluções aos consumidores, de acordo com as suas necessidades, e, simultaneamente, o acompanhamento das tendências de mercado, numa altura em que os pagamentos fracionados estão em franco crescimento permitindo que cada consumidor possa gerir o seu orçamento à sua medida e sem custos”.

Já Alexandre Silva, Diretor Geral da Select Smart, “esta solução corrobora a nossa estratégia de tornar mais simples o processo de compra, facilitando o acesso à tecnologia Xiaomi a todos os fãs da marca. A transparência e simplicidade da ferramenta, a isenção de encargos para o cliente com os fracionamentos, permite-nos acompanhar não apenas as tendências do retalho mas – e acima de tudo – dar resposta às necessidades dos nossos clientes; ouvi-los e procurar dispor das melhores soluções que vão de encontro às suas necessidades”.

Segundo dados do terceiro Barómetro Europeu das Melhores Práticas de Compra, o estudo recente realizado pelo Oney Bank que analisou uma amostra representativa das populações espanhola, francesa e portuguesa, os pagamentos fracionados (Buy Now Pay Later), nomeadamente para compras relacionadas com produtos informáticos e tecnologia, são a escolha de 47% dos portugueses, sendo a solução para apoiar o consumo. A expetativa é de que estes números continuem a aumentar em 2022, diz o Oney Bank.

Recomendadas

Montepio aumenta para 1,25 mil milhões a emissão de obrigações hipotecárias que vencem em 2026

Na prática, é um reforço da emissão, mas em concreto o banco liderado por Pedro Leitão anuncia a ficha de uma nova emissão de 750 milhões de euros que são fungíveis com os 500 milhões já emitidos, pelo que no final a emissão total sobe para 1.250 milhões de euros.

“Falar Direito”. “Diploma da renegociação cria ónus sobre bancos que têm crédito à habitação”

O advogado Francisco Barona, sócio do departamento financeiro e governance da Sérvulo, explica quais são, na sua perspetiva, os dois principais problemas associados ao novo diploma relativo à renegociação de créditos.

Renegociação de créditos: o que muda com a nova lei? Ouça o “Falar Direito”

O advogado Francisco Barona, sócio do departamento financeiro e governance da Sérvulo, explica o que muda para consumidores e banca com a entrada em vigor do novo diploma relativo à renegociação de créditos.
Comentários