Onze grupos candidatos a fornecer autocarros limpos ao Estado

Está previsto um investimento de 156 milhões de euros na renovação das frotas da Carris e da STCP, dos quais 54 milhões de euros serão financiados via comunitária através do Fundo de Coesão.

O ministro do Ambiente revelou ontem, num jantar-debate ocorrido sob a égide do International Club of Portugal, que o Estado português recebeu onze candidaturas para fornecimento de autocarros limpos, movidos a energia elétrica.

“Estamos a avaliar as candidaturas para aquisição de frotas de autocarros limpos. Recebemos onze candidaturas que correspondem a um investimento total de 156 milhões de euros, dos quais 54 milhões dizem respeito a apoios atribuíveis através do Fundo de Coesão. Deixem-me notar que, só através deste programa, prevemos uma redução de 4.800 toneladas em emissões de dióxido de carbono”, adiantou Matos Fernandes.

Os autocarros a adquirir pelo Estado serão, na sua grande maioria, para renovar as frotas da Carris e da STCP. O ministro do Ambiente acrescentou ainda que a 31 de março foi concluída a a primeira fase da candidatura do Programa de Apoio à Mobilidade Elétrica da Administração Pública.

“Com candidaturas provenientes de 91 entidades, que respeitaram a um total de 337 veículos, é um programa financiado pelo Fundo Ambiental. Nesta primeira fase, os apoios atingem 5,5 milhões de euros e permitem a aquisição de 170 veículos. O aviso do Fundo Ambiental relacionado com este concurso obriga ainda as entidades concorrentes a darem para abate um veículo com mais de 10 anos e elevada quilometragem por cada veículo elétrico concedido”, realçou João Pedro Matos Fernandes.

Este governante destacou ainda outro projeto em curso, cujo período de candidatura acabou no início de março, e que permite a aquisição de veículos de serviços urbanos ambientais elétricos.

“O programa foi um sucesso e recebemos 119 candidaturas correspondentes a 360 veículos elétricos para os serviços de limpeza. As grandes beneficiárias foram as autarquias (câmaras e juntas de freguesia) ou as empresas municipais que prestam estes serviços às populações”, anunciou o ministro do Ambiente.

 

 

Recomendadas

Sindicatos desconvocam greve no Metro de Lisboa marcada para quarta-feira

No entanto, a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações entregou um novo pré-aviso de paralisação para 25 de outubro.

UNITA quer esclarecimentos do Governo sobre greve dos pilotos da TAAG

O sindicato dos pilotos da companhia aérea de bandeira de Angola convocou uma greve entre os dias 7 (amanhã) e 16 de outubro.

TAP recua na mudança da frota automóvel e mantém os anteriores Peugeot mais um ano

“A comissão executiva da TAP compreende o sentimento geral dos portugueses”, explicou esta quinta-feira a companhia aérea. A decisão surge depois de vir a público que a empresa iria mudar os carros da administração e de outros gestores para a marca BMW.
Comentários