OPEP retoma reuniões presenciais perante medo de recessão internacional

A OPEP+, o grupo integrado pelos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e aliados, reúne-se quarta-feira pela primeira vez presencialmente desde março de 2020, num momento em que crescem os receios de uma recessão internacional.

Depois da emergência provocada pela pandemia de covid-19, a reunião vai decorrer em Viena e deve contar com os representantes dos 13 membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), liderados pela Arábia Saudita, e os seus 10 aliados, liderados pela Rússia, especulando-se sobre um eventual corte da produção como resposta ao arrefecimento da economia.

Ambos os valores de referência globais em bruto caíram acentuadamente desde a última reunião em setembro, oscilando em torno dos 80 dólares, muito longe dos máximos de 139,13 dólares para o Brent do Mar do Norte e 130,50 dólares para o WTI em março, no início da guerra na Ucrânia.

Antes da pandemia, os produtores encontravam-se duas vezes por ano na capital austríaca, mas desde a primavera de 2020, os 23 membros têm vindo a reunir-se todos os meses, por videoconferência, para afinar os seus objetivos face a uma procura volátil.

Na primavera de 2020, a OPEP+ tinha decidido deixado voluntariamente milhões de barris no subsolo para não inundar o mercado com petróleo que não podiam absorver por causa de confinamentos e restrições sanitárias.

Uma vez ultrapassados os confinamentos, a OPEP+ decidiu aumentar novamente a produção em 2021. Contudo, face aos receios de recessão, a aliança optou no início de setembro por uma redução dos volumes, que pode agora optar por acelerar.

Recomendadas

Sete bancos lucraram dois mil milhões até setembro, mais 71% que no período homólogo

Os lucros dos sete maiores bancos – Caixa Geral de Depósitos, BCP, Novobanco, Santander Totta, BPI, Crédito Agrícola e Banco Montepio somam 2.006,3 milhões de euros até setembro deste ano, o que compara com um valor de 1.172 milhões nos nove meses do ano passado. O que significa que os lucros dos sete bancos cresceram 71,2%.

Violência doméstica. APAV junta-se à hamburgueria A-100 em ação de sensibilização

A hamburgueria compromete-se a doar à APAV um euro por cada sobremesa vendida esta sexta-feira e vai iniciar uma angariação de fundos na sua página de Instagram até ao final do ano, com o dinheiro a reverter a favor da associação.

PremiumGoverno acusado de favorecer vencedores dos leilões de energia solar

Governo aprovou medidas para os projetos obterem financiamento e saírem do papel, mas vários promotores consideram medida injusta para o restante sector. Tutela fala de “circunstâncias imprevisíveis” como a Covid e a guerra.
Comentários