OPEP vai fazer primeiro corte de produção em oito anos

A Organização dos Países Produtores de Petróleo (OPEP) chegou a acordo para a primeira redução de produção desde 2008, disse à Bloomberg uma fonte da organização.

Os países que compõem a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) já chegaram a acordo para reduzir a produção em 1,2 milhões de barris por dia, no primeiro corte em oito anos, disse um delegado do cartel à Bloomberg, em Viena, onde ocorre a reunião da OPEP esta quarta-feira.

A confirmar-se esta redução, a produção diária entre os membros do cartel vai ser de 32,5 milhões de barris por dia, abaixo dos níveis actuais de 33,6 milhões de barris por dia.

O consenso surgiu após várias semanas de negociações, com os três membros-chave da OPEP, Arábia Saudita, Iraque e Irão a concertarem, por fim, as diferenças quanto à redução na produção, ao que o mercado reagiu com satisfação.

A Arábia Saudita terá consentido que o Irão, excecionalmente, possa aumentar a produção diária para uma quantidade a rondar os 3,9 milhões de barris. A par disto, no acordo deverá constar uma redução por volta de 600 mil barris por dia, aplicável aos países não pertencentes à OPEP. A Rússia, que não integra a OPEP, tem mostrado pouca vontade em aceitar o acordo, tendo já revelado que apenas irá cooperar quando o cartel chegar a um consenso em relação às quotas individuais de produção.

A confirmação do acordo levou os preços do petróleo a disparar, com os futuros do Brent a valorizarem 7,80% para 51,01 dólares por barril. O barril de crude avança 7,30% para 48,53 dólares.

José Correia, gestor da corretora XTB, afirma que o “acordo fomenta a valorização do petróleo, que já subiu até aos 50 dólares, valor que pode facilmente ser quebrado em alta se outros países como a Rússia seguirem a mesma linha de acção nos próximos dias. Há potencial para subidas posteriores, sendo que o WTI já negociou nos 52 dólares e o Brent nos 50 dólares”.

 

 

[Em atualização]

Relacionadas

Petróleo dispara mais de 7%

Na reunião da OPEP em Viena, os países membros pretendem alcançar um acordo para reduzir a produção e ajudar a dar suporte aos preços.

Dia ‘D’ para o petróleo: Reunião decisiva da OPEP em Viena

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo reúne-se hoje em Viena com o objetivo de implementar o acordo alcançado em setembro de redução da produção em cerca de um milhão de barris por dia.
Recomendadas

Lagarde e o ‘whatever it takes’ para controlar a inflação. Ouça o podcast “Mercados em Ação”

No “Mercados em Ação”, podcast do JE, vai poder contar com a análise de especialistas em temas como ações e obrigações; investimento e poupança; BCE e FED; resultados e empresas; análises e gráficos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Governo e sector social num impasse para acordo face a exigência de aumentos salariais

O princípio de acordo para o setor social está num impasse porque o reforço de verbas do Governo às instituições pressupõe aumentos salariais de 5,1%, o que levou as instituições a pedir a renegociação e apresentar uma proposta conjunta.
Comentários