Opinião: 2020 – Um novo começo para as pescas em Portugal e na UE?

Segundo a The Pew Charitable Trusts que, desde 2014, compara anualmente as decisões dos ministros das pescas com os pareceres científicos disponíveis, a proporção dos limites fixados para além dos pareceres científicos está a diminuir.

A Política Comum das Pescas (PCP) reformada da União Europeia (UE), que entrou em vigor no início de 2014, exige um fim à sobrepesca o mais tardar até 2020. A menos de um mês deste prazo, que progresso foi feito pelos Ministros das Pescas da UE para implementar esta importante obrigação legal? E quais os benefícios ambientais e socioeconómicos que poderão estar a ser adiados? E como podem contribuir as decisões do Conselho dos próximos dias 16 e 17 sobre as possibilidades de pesca para 2020 para a urgente necessidade de lutar contra as alterações climáticas?

Pode continuar a ler o artigo de opinião de Ana Matias e Gonçalo Carvalho, da Sciaena – Oceanos, Conservação, Sensibilização aqui.

Recomendadas

Confederações agrícolas unem-se contra extinção das direções regionais do sector

Em comunicado conjunto enviado esta quarta-feira às redações, AJAP, CAP, CNA e Confagri referem que o entendimento “unânime” é de que a decisão é “altamente lesiva” para o sector agrícola. No documento, apela-se a que o Governo volte atrás na decisão, de forma imediata e inequívoca.

Novo regulamento para a descarbonização do transporte marítimo já entrou em vigor

As alterações em causa, que visam a prevenção da poluição atmosférica por navios, dizem respeito ao Anexo VI da Convenção Internacional para a Prevenção da Poluição por Navio (MARPOL). Medidas entraram em vigor no dia 1 de novembro.

Expo Fish regressa a Portugal na próxima semana para promover as atividades ligadas ao mar

Está confirmada a presença de pelo menos 75 empresas, provenientes de 37 mercados internacionais. Foram solicitadas mais de 175 reuniões, segundo informa a organização em comunicado.
Comentários