Oracle compra empresa de tecnologia para saúde por 25 mil milhões de euros

É o maior negócio alguma fez feito pela tecnológica norte-americana desde 1977. A CEO garante que a estratégia utilizada será a mesma aquando da aquisição da NetSuite.

A tecnológica norte-americana Oracle vai comprar a empresa de informática Cerner por 28,3 mil milhões de dólares (aproximadamente 25 mil milhões de euros) naquele que é o seu maior negócio alguma fez feito desde 1977. A aquisição da empresa de tecnologias de informação para a saúde abre portas para um sector em crescimento, cada vez mais dependente de dados.

Os trâmites da compra, divulgados esta segunda-feira pela Oracle, preveem que os acionistas da Cerner recebam 95 dólares em dinheiro por cada ação que detêm, representando um prémio de 5,8% sobre o preço do último fecho da empresa. Neste momento, as ações da Oracle estão a negociar em Wall Street com uma queda de 4,46% para 92,27 dólares.

“O sector de saúde é o maior e o mais importante mercado vertical do mundo, de 3,8 biliões de dólares [cerca de 3,4 biliões de euros] no ano passado só nos Estados Unidos”, destaca a CEO da Oracle, Safra Catz, em comunicado divulgado esta segunda-feira. Logo, o intuito é que estes instrumentos de healthtech permita reunir informação médica e reduzir a carga de trabalho administrativa de quem está a fazer os diagnósticos ou prestar os cuidados de saúde.

“A Cerner será um grande motor adicional de crescimento da receita [da Oracle] nos próximos anos, à medida que expandimos os seus negócios para muitos outros países em todo o mundo. Essa é a mesma estratégia de crescimento que adotámos quando compramos a NetSuite, mas a oportunidade de receita da Cerner é ainda maior”, garante a diretora executiva da tecnológica com sede na Califórnia. A NetSuite foi adquirida em 2016 por 9 mil milhões de dólares (na ordem dos 8 mil milhões de euros).

Já o chairman e diretor tecnológico da Oracle destaca que, “ao trabalharem juntas, a Cerner e a Oracle têm a capacidade de transformar a prestação de cuidados de saúde, fornecendo aos médicos as melhores informações, permitindo-lhes tomar melhores decisões de tratamento, resultando em melhores resultados para os pacientes”. “Com esta aquisição, a missão corporativa da Oracle expande-se para assumir a responsabilidade de dar a estes profissionais, sobrecarregados, uma nova geração de ferramentas digitais mais fáceis de usar que permitem o acesso às informações por interface de voz para proteger as aplicações em cloud”, explica Larry Ellison.

Recomendadas

Moody’s diz que bancos mais globais vão ter lucros sólidos em 2023

“Os bancos globais estarão protegidos de um aumento da morosidade do crédito em 2023 através do aumento das taxas de juro e de balanços sólidos, e as perspectivas para o sector permanecem estáveis”, disse hoje a Moody’s.

Compras das festividades aconteceram mais cedo e serão maiores este ano, segundo a Meta

Alguns dos motivos que podem explicar este acontecimento é o facto de os consumidores estarem preocupados com a escassez de bens, antecipando a compra dos presentes desejados, enquanto as empresas com excesso de stock procuraram eliminá-lo com grandes descontos.

Woodside admite possibilidade de gasoduto do Greater Sunrise para Timor-Leste

A petrolífera australiana Woodside admitiu hoje que está a reconsiderar a possibilidade de um gasoduto dos campos do Greater Sunrise para a costa sul de Timor-Leste, no que representa uma viragem na posição da empresa.
Comentários