Premium“Os nossos alunos não têm ‘apenas’ emprego, têm escolhas”

O ISEL cobre todas as áreas da Engenharia no ensino e investigação. Segundo o seu presidente, José Nascimento, Portugal tem de ultrapassar o preconceito do ensino politécnico e investir mais na atratividade salarial.

Poucas pessoas conhecerão tão bem os cantos à casa como José Nascimento, o antigo aluno que desde janeiro de 2021 se senta na cadeira da presidência.

A casa é o ISEL, uma instituição com 170 anos que testemunhou e protagonizou muitas das mudanças no ensino técnico e industrial em Portugal: A reforma de Fontes Pereira de Melo no séc. XIX, as reformas republicanas realizadas no ensino médio pelo Estado Novo, a aproximação ao ensino superior nos anos 70 e o 25 de abril e a implementação do Processo de Bolonha em 2005-2007. E que continua hoje, com a criação de cursos adaptados à evolução da sociedade e do seu tecido empresarial, a internacionalização dos mercados e a globalização.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumProjeto liderado pelo Técnico reiventa icónica Bauhaus em sete cidades da UE

Lisboa e Oeiras estão no mapa. Projeto arranca em fevereiro e Beato acolhe pólo português. Com cinco milhões do Programa Horizon, cientistas, artistas, arquitetos e comunidades locais vão procurar respostas para problemas ambientais, estéticos e de inclusão.

Porto Tech Hub e ISEP requalificam para a área específica dos testes de qualidade

É a primeira pós-graduação que permite formar profissionais na área dos testes de qualidade. Há 27 vagas, decorrendo as candidaturas até 15 de janeiro.

Politécnico de Lisboa vende imóveis de (pelo menos) 10 milhões para financiar nova Escola Superior de Dança

Os imóveis localizam-se nas ruas da Academia das Ciências e do Século, devendo a apresentação de candidaturas ser efetuada até às 17h00 de 19 de janeiro de 2023.
Comentários