Os robots vão tirar-lhe o emprego? É possível calcular a probabilidade

Dependendo da função que tiver no seu local de trabalho, o jogo online pode ser divertido ou assustador. Já parou para fazer as contas?

Donat Sorokin / TASS

A linha que separa os Homens das máquinas está a torna-se cada vez mais estreita à medida que os debates e normas legislativas sobre a Inteligência Artificial (IA) se intensificam. Em meados de fevereiro, o Parlamento Europeu aprovou com 396 votos a favor, 123 contra e 85 abstenções que se devem adotar regras em matéria de robótica e de IA que tenham em conta a responsabilidade civil, os princípios éticos e implicações sociais, os empregos e a proteção da segurança e da privacidade.

Já na Revolução Industrial havia o receio de que máquinas se apoderassem das funções das pessoas, nomeadamente as que dizem respeito ao seu trabalho. A verdade é que os empregos massificados foram sendo trocados – e mais transformações virão. A dúvida reside sobre quais os setores e profissões nas quais haverá mais substituições.

Uma das primeiras indústrias sobre as quais começou a haver estudos e conclusões em relação aos empregados que iriam ser dispensados foi a automóvel. A revista Money Inc compilou uma série de profissões que poderiam ser extintas com a chegada dos veículos autónomos, onde se pode ver, por exemplo, que condutores profissionais, professores de escolas de condução, distribuidores, analistas de tráfego, agentes de mobilidade, agricultores, agentes de seguros e pessoal de manutenção deixariam de existir.

O site Will Robots Take My Job optou por dar um passo mais à frente e envolver ainda mais os internautas nesta dúvida sobre os trabalhos nos quais a tecnologia apresentará um currículo melhor que os seres humanos. A plataforma permite a qualquer um escrever a sua profissão e ver qual é a probabilidade “exata” de ela ser substituída por robots.

Por exemplo, um jornalista tem uma chance de 11% de ser substituído por máquinas – ou seja, 11% dos trabalhos dos repórteres serão automatizados nos próximos anos. No entanto, há casos mais assustadores, como o dos operadores de caixa, com 97% de possibilidade de ser trocado. Dependendo da função que ocupar, o jogo online pode ser divertido ou assustador. Já parou para fazer as contas?

Recomendadas

Controlar despesas? Siga esta cinco estratégias

Organizar o orçamento familiar e analisar as despesas com maior peso mensal são dois passos essenciais para planificar a sua vida financeira. Conheça algumas estratégias e ferramentas para fazer frente à atual “avalanche” de aumento de preços e proteger a sua carteira.

Sabe se vai compensar mudar para o mercado regulado do gás? A Deco lança calculadora

Com esta calculadora, pode introduzir a quantidade de gás natural que habitualmente consome, consultando a última fatura, e indicar o número de dias a que essa fatura se refere. Basta depois copiar os dados da fatura para a calculadora e obtém, de imediato, o custo que teria em igual consumo e igual período de faturação no mercado regulado a partir de outubro.

Um senhorio pode aumentar a renda em mais de 50%? Saiba aqui

O aumento da renda da casa é uma das preocupações mais comuns e que, na verdade, resulta da subida da inflação. Mas, apesar de haver algumas exceções, dependendo de contrato para contrato, os senhorios têm de respeitar algumas regras para proceder ao aumento da renda.
Comentários