Países Baixos declaram escassez de água devido ao calor

O governo já começou a tomar medidas, como a proibição de pulverizar água sobre as plantações em algumas zonas do país, mas mais decisões vêm a caminho. “A prioridade passa por manter os diques seguros, refere o governo.”

Jeroen JUMELET ANP/AFP

Os Países Baixos declararam oficialmente que se encontram em situação de escassez de água. O anúncio, feito esta quarta-feira pelo governo, é acompanhado da garantia de que já foram aplicadas restrições ao consumo deste recurso e que mais medidas estão a ser equacionadas, num país que está protegido do mar por barragens, diques e canais, mas não deixa de ser vulnerável a alterações no clima.

Segundo noticia a estação francesa “France 24”, está entre as medidas tomadas a proibição de os agricultores em algumas zonas do país pulverizarem à superfície as suas plantações, naquele que é um rude golpe para o segundo maior exportador mundial de produtos agrícolas, atrás dos EUA.

“Os Países Baixos são uma região de água, mas também aqui a nossa água é preciosa”, reiterou o ministro das Infraestruturas e da Gestão de Água, Mark Harbers, num comunicado.

“A prioridade passa agora por garantir que os diques mais vitais continuam seguros e, em seguida, garantir água para beber e reservas de energia”, refere-se no mesmo documento.

Cerca de um terço do território dos Países Baixos está abaixo do nível médio do mar, pelo que a luta contra o clima é uma constante ao longo da história.

No mês passado, os Países Baixos registaram a sua terceira temperatura mais alta desde que há registos – 39,4 graus Celsius. No mês de junho, ocorreu a população assistiu pela primeira vez em 30 anos a um tornado fatal.

Recomendadas

Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

Guterres encontra-se em Lviv com Zelensky e Erdoğan; Pelo menos 21 mortos em explosão na mesquita de Cabul; Agência Internacional de Energia vai liderar delegação na central nuclear de Zaporizhzhia

Senadora republicana Lisa Murkowski crítica de Trump vence primárias no Alasca

Segundo as projeções dos principais meios dos EUA, Murkowski venceu as eleições, derrotando uma vintena de concorrentes, entre os quais uma candidata apoiada por Trump, a também republicana Kelly Tshibaka.

EUA iniciam negociações para acordo comercial com Taiwan em nova demonstração de apoio

O anúncio ocorre depois de Pequim ter realizado exercícios militares em torno de Taiwan, incluindo fogo real e lançamento de mísseis, na sequência da visita a Taipé da líder do Congresso dos Estados Unidos, Nancy Pelosi.
Comentários