Países Baixos em confinamento nos festejos de Natal e Ano Novo

Os Países Baixos vão entrar em confinamento a partir de domingo, durante os festejos de Natal e Ano Novo, para tentar parar a quinta vaga de covid-19 devido à variante Ómicron, anunciou hoje o primeiro-ministro, Mark Rutte.

“Estou aqui hoje de humor sombrio. Resumindo: os Países Baixos vão regressar ao confinamento a partir de domingo”, disse o governante durante uma conferência de imprensa transmitida pela televisão.

Mark Rutte disse ser “inevitável”, que com a quinta vaga e a variante Ómicron, “que se propaga ainda mais rapidamente do que se pensava, será preciso intervir agora por precaução”.

Todas as lojas não essenciais, restaurantes, bares, cinemas, museus e teatros devem, consequentemente, encerrar as suas portas de domingo em diante, até 14 de janeiro, enquanto as escolas deverão estar fechadas pelo menos até 09 de janeiro.

O número de pessoas que os habitantes estão autorizados a receber em casa será reduzido de quatro para dois, salvo no dia de Natal, a 25 de dezembro.

O chefe da equipa holandesa de gestão da pandemia, Jaap van Dissel, declarou, durante a mesma conferência de imprensa, que a Ómicron vai ultrapassar a variante Delta para se tornar dominante até ao final do ano.

Na sexta-feira, a Irlanda, a Áustria, a Alemanha e a Dinamarca adotaram novas medidas para deter a propagação da variante Ómicron do coronavírus, considerada mais contagiosa que todas as anteriores estirpes.

A covid-19 provocou mais de 5,33 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.753 pessoas e foram contabilizados 1.220.836 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 77 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Recomendadas

Ucrânia: Biden diz que aliados da NATO não serão “intimidados” por Putin

O Presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou hoje que os Estados Unidos e seus aliados não se deixarão “intimidar” pelo seu homólogo russo Vladimir Putin, e prometeu que a NATO defenderá “cada centímetro” do seu território.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Grupo de direitos das mulheres apela à FIFA que exclua Irão do Campeonato do Mundo

“Por que a FIFA daria ao Estado iraniano e aos seus representantes um palco global, enquanto não apenas se recusa a respeitar os direitos humanos e dignidades básicos, mas atualmente está a torturar e matar o seu próprio povo?”, questionam na carta enviada ao representante do organismo.
Comentários