Papa repudia “ataque horrível” a Paris

O Papa Francisco, líder da igreja Católica, reagiu este sábado aos atentados que vitimaram mais de uma centena de pessoas em França, numa carta enviada ao arcebispo de Paris, na qual se une “ao drama e à dor” das famílias das vítimas e condena veemente a violência que tomou a capital francesa. A informação é […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O Papa Francisco, líder da igreja Católica, reagiu este sábado aos atentados que vitimaram mais de uma centena de pessoas em França, numa carta enviada ao arcebispo de Paris, na qual se une “ao drama e à dor” das famílias das vítimas e condena veemente a violência que tomou a capital francesa. A informação é avançada pela Agência Ecclesia.

[ver o vídeo]

O Papa sublinha na missiva, endereçada ao cardeal André Vingt-Trois, que “a violência não resolve nada”. A informação foi divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé.

No mesmo texto, refere a agência Ecclesia, o Papa argentino classifica os atentados que retiraram a vida a pelo menos 128 pessoas e feriram perto de 250 como um “ ataque horrível ” que não pode passar ao lado de todos.

“Que Deus inspire nas pessoas pensamentos de paz e solidariedade e que leve às famílias das vítimas e a todo o povo francês a plenitude das suas bênçãos, neste momento difícil”, escreve o Papa.

OJE

Recomendadas

Migrantes mais vulneráveis ao tráfico e usura devido à pandemia, alerta Aliança Internacional de Migrantes

A Aliança Internacional de Migrantes (IMA, na sigla em inglês) vai realizar, a partir de quarta-feira e durante quatro dias, a primeira assembleia geral desde o início da pandemia, reunindo na capital da Tailândia, Banguecoque, cerca de 150 representantes de mais de 30 países, incluindo Jenny Uchuari, representantes dos imigrantes do Equador no Brasil.

Presidente de Taiwan falha estratégia de usar a China como ameaça

Tsai Ing-wen renunciou ao cargo de líder do Partido Democrático Progressista depois de a sua estratégia de enquadrar as eleições locais como uma demonstração de desafio à China não ter conquistado o eleitorado.

NATO Industrial Advisory reúne com a indústria da defesa em Gaia

Órgão consultivo e de assessoria de alto-nível que atua como foco e porta-voz das indústrias e das associações nacionais de defesa e segurança junto da NATO, reúne de 28 a 30 de novembro com 51 entidades de 25 países.