Papiro lança novas apps para ajudar a gerir empresas

Estas novas aplicações móveis contam com todas as funcionalidades que existem nas versões web e já se encontram disponíveis na APP Store e na Google Play. 

A Papiro, empresa portuguesa especialista na atividade no fornecimento de soluções tecnológicas de gestão documental, lançou no mercado a nova versão da aplicação Valdoc Enterprise, destinada a facilitar o dia a dia das organizações, e a aplicação Valdoc Expenses, com vista a “permitir a submissão de despesas individuais, de forma simples e ágil”.

Estas novas aplicações móveis contam com todas as funcionalidades que existem nas versões web e já se encontram disponíveis na APP Store e na Google Play.

A nova versão app da solução de gestão documental e de processos Valdoc Enterprise, desenvolvida pela Papiro, “assegura total mobilidade e acessibilidade na gestão documental, permitindo consultar a informação relevante de cada negócio, em tempo real, em qualquer lugar, agilizando a gestão de tarefas diárias”, refere a empresa portuguesa.

A Papiro diz que entre as funcionalidades “destacam-se a facilidade de visualizar a lista de tarefas pendentes, pesquisar documentos seja por pasta ou por texto integral, autorizar, delegar e encaminhar pedidos de aprovação de faturas, de férias de colaboradores ou simplesmente encaminhar correspondência. Através de um sistema de notificações os utilizadores recebem alertas para o cumprimento dos prazos nos seus telemóveis”.

Luís Bravo, CEO da Papiro, explica que “apoiar as organizações na simplificação dos seus processos é o propósito para o qual trabalhamos diariamente e esta nova app Valdoc Enterprise vem melhorar a experiência dos nossos utilizadores na sua gestão do dia-a-dia, tornando as tarefas rotineiras mais eficientes e ágeis”.

Já a aplicação Valdoc Expenses permite que “o processo de registo de despesas individuais seja efetuado com recurso a fotografias capturadas pelo dispositivo móvel, possuindo, ainda, outra funcionalidade que apura os quilómetros percorridos nas deslocações em trabalho e convertendo-os em despesas”.  O objetivo principal desta app “é melhorar a experiência dos utilizadores, simplificando e agilizando o  processo de submissão das despesas individuais”, sendo que “os dados da despesa ficam, posteriormente, guardados na plataforma, permitindo consultá-las em qualquer altura”.

 

Recomendadas

TAP: PS esclarece que viabilizará proposta de inquérito do BE com abstenção

O Grupo Parlamentar do PS esclareceu que viabilizará a proposta de inquérito parlamentar do Bloco sobre a TAP através da abstenção, corrigindo a posição assumida pelo deputado Carlos Pereira.

EDP já instalou mais de 700 mil painéis solares nas casas de famílias na Ibéria

A EDP explica que “estas famílias conseguem uma poupança média de até 30% ou mesmo 70% quando agregado a uma bateria de armazenamento. A produção de energia gerada nestas instalações seria suficiente para abastecer com energia renovável 500 mil pessoas por mês, o equivalente a fornecer apenas com energia solar toda a população de Lisboa”.
litio

Lítio: Comissão de Avaliação dá parecer favorável à mina em Montalegre

A Lusorecursos Portugal Lithium confirmou um parecer favorável por parte da Comissão de Avaliação da Mina do Romano, que dá luz verde à exploração mista de lítio (céu aberto e subterrânea) em Montalegre.
Comentários