Para chegar a Madrid, Greta vai ter de apanhar comboio a gasóleo

Apesar de a maioria do percurso entre as duas capitais ibéricas estar eletrificado, existe ainda um troço de 100 quilómetros que vai ter de ser feito com uma locomotiva a gasóleo.

Greta Thunberg vai estar esta terça-feira em Lisboa, a sua primeira paragem na Europa depois de ter atravessado o oceano Atlântico. A ativista ambiental deverá depois apanhar o comboio para Madrid onde vai assistir à cimeira do clima COP 25, organizada pelas Nações Unidas, segundo o jornal Público.

No Lusitânia Comboio Hotel, a ativista poderá sair pelas 21h25 de Santa Apolónia desta terça-feira, numa viagem que passa por Coimbra, Mangualde e Guarda até chegar à fronteira em Vilar Formoso, sempre em linhas eletrificadas.

Mas entre a fronteira portuguesa e Medina del Campo em Espanha a linha não está eletrificada, logo a jovem terá de seguir num comboio a gasóleo neste troço de 100 quilómetros, com esta locomotiva a produzir o dobro das emissões poluentes de um comboio elétrico, de acordo com o El Mundo.

A viagem dura um total de 10 horas e 15 minutos, contando com 17 paragens, chegando à capital espanhola às 8h15 da manhã de quinta-feira.

Outra alternativa seria se a jovem optasse por ir até Madrid pela linha do Alto Alentejo. Nesse caso teria de apanhar quatro comboios, dois deles a gasóleo.

De Lisboa a Entroncamento, a linha é eletrificada. Mas do Entroncamento até Espanha, teria de apanhar uma locomotiva Allan da década de 1950 que não supera os 100 quilómetros por hora, presets a celebrar 70 anos de serviço.

Este comboio vai manter-se até à fronteira, onde teria de haver nova transferência de comboio, um comboio a gasóleo até Mérida, segundo o El Confidencial. Desde a cidade da Extremadura até Madrid, o comboio já é eletrificado.

Relacionadas

Greta chega hoje a Lisboa. Conheça as polémicas da jovem ativista

Lisboa e Nova Iorque estão separadas por 21 dias, à velocidade de cruzeiro do ‘La Vagabonde’, onde a jovem ativista de 16 anos se encontra. Greta Thunberg chega esta terça-feira a Lisboa.

COP 25: Madrid vai ser o centro do mundo durante duas semanas. O que vai ser discutido?

Madrid acolhe durante duas semanas, entre 2 e 13 de dezembro, a Conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas. O que vai ser discutido na capital espanhola por centenas de países?

Matos Fernandes agradece a Greta por sensibilizar gerações para “o maior desafio dos nossos tempos”

O governante enviou uma carta à ativista a agradecer o trabalho na luta contra as alterações climáticas. “Estamos gratos pelo teu ativismo”, disse o ministro.
Recomendadas

“Ainda este ano haverá navios elétricos a navegar no Tejo”, diz ministro do Ambiente

O primeiro navio elétrico tem chegada marcada para o primeiro trimestre de 2023, sendo que três outros barcos devem chegar até ao fim do ano. O primeiro carregador chega entre junho e julho.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Ucrânia: Portugal abriu 103 processos envolvendo crianças e três estão em famílias de acolhimento

Desde que começou a guerra na Ucrânia, a 24 de fevereiro do ano passado, Portugal atribuiu 14.082 proteções temporárias a menores ucranianos, representando cerca de 25% do total dos refugiados que fugiram do conflito.
Comentários