Parecer da DGS. Avaliação de risco considerou “apenas os benefícios físicos diretos” para vacinar as crianças

A Direção Geral de Saúde defende que as crianças têm sido fortemente afetadas pela pandemia devido aos confinamentos sucessivos.

Graça Freitas, diretora-geral da DGS, e António Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde | Lusa

A Direção Geral de Saúde (DGS) divulgou esta sexta-feira, 10 de dezembro, o parecer completo relacionado com a vacinação das crianças entre os cinco e os 11 anos.

“A vacinação do grupo etário dos 5-11 anos deve ter subjacente uma avaliação de risco-benefício, considerando que o maior benefício seria sobretudo a prevenção da infeção (e não a doença grave) e da transmissão”, pode ler-se no documento.

O organismo refere que a avaliação de considerou “apenas os benefícios físicos diretos” para vacinar as crianças naquela faixa etária, dado que a infeção “é geralmente assintomática ou com manifestações clínicas ligeiras”.

A Direção Geral de Saúde defende que “as crianças têm sido fortemente afetadas pela pandemia devido aos confinamentos sucessivos aos isolamentos profiláticos e outras políticas destinadas a reduzir a transmissão na comunidade, com consequências na sua saúde física e mental e no seu bem-estar”.

Portugal vai iniciar o processo de vacinação das crianças entre os 5 e 11 anos no fim de semana de 18 e 19 de dezembro. A decisão foi anunciada pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, na conferência de imprensa da Direção Geral de Saúde (DGS).

“Esta é uma decisão que resulta da recomendação da DGS, ouvida a comissão técnica de vacinação e ponderadas as questões de natureza logística com o núcleo de coordenação de apoio ao Ministério da Saúde, nomeadamente a disponibilidade de vacinas”, referiu Lacerda Sales.

Relacionadas

Graça Freitas: “Não estão previstas sanções para crianças que não estejam vacinadas”

Ainda durante conferência de imprensa, Graça Freitas sublinhou a “atividade epidémica crescente”. Segundo a diretora geral de Saúde nos últimos dias “451 uma crianças dos cinco aos nove anos adoeceram” com a Covid-19, perfazendo “6320 casos”.

Portugal inicia vacinação das crianças abaixo dos 12 anos a 18 e 19 de dezembro

As crianças de dez e 11 anos serão as primeiras a ser vacinadas a 18 e 19 de dezembro podendo também ser vacinadas algumas crianças de nove anos.
Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Trabalhadores do Metropolitano de Lisboa fazem greve de 24 horas em 12 de outubro

“Vamos fazer uma greve no dia 12, de 24 horas”, indicou Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans).

Conselho de Ministros gastou um milhão em equipamento informático

Um mês depois de o NOVO ter noticiado que o Conselho de Ministros gastou um milhão em equipamento informático, a Polícia Judiciária entrou na sede da Presidência do Conselho de Ministros para fazer buscas. O alvo principal da operação é o próprio secretário-geral, David Xavier, suspeito de corrupção na aquisição de sistemas informáticos para o Estado.
Comentários