Parlamento notifica deputada do PSD Andreia Neto para corrigir registo de interesses (com áudio)

A Comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados notificou a deputada Andreia Neto (PSD) para corrigir o seu registo de interesses, na sequência de notícias que apontam incompatibilidades por ser gerente de uma empresa de recuperação de créditos.

“A comissão notificou a senhora deputada para corrigir o registo de interesses”, disse à agência Lusa a presidente da Comissão de Transparência, Alexandra Leitão, confirmando a notícia avançada esta manhã pela Rádio Renascença.

A deputada socialista ressalva que esta notificação “ainda não é uma tomada de posição sobre a existência ou não de incompatibilidade, apenas para já a correção do registo, que depois será analisado pelo grupo de trabalho do registo de interesses”.

Contactada pela Lusa, a vice-presidente da bancada do PSD Andreia Neto diz que ainda não foi notificada nem tem conhecimento de qualquer decisão, mas diz estar disponível para prestar todos os esclarecimentos ao parlamento.

“Com certeza que irei clarificar o que tiver de ser clarificado”, afirmou a deputada social-democrata.

Na terça-feira, o jornal Público noticiou que Andreia Neto, vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD, que exerce o mandato em regime de não exclusividade, é também gerente de uma empresa de “recuperação e gestão de créditos”.

O jornal cita o Estatuto dos Deputados nos artigos sobre incompatibilidades e impedimentos, que refere que é incompatível com o exercício do mandato de deputado “integrar, a qualquer título, órgãos sociais de instituições, empresas ou sociedades de crédito, seguradoras e financeiras” e que “é igualmente vedado aos deputados” prestar “serviços ou manter relações de trabalho subordinado com instituições, empresas ou sociedades de crédito, seguradoras e financeiras”.

No entanto, em declarações ao Público, a deputada defendeu que não está em situação de incompatibilidade.

No registo de interesses disponível na página do parlamento, a deputada Andreia Neto declarou ter uma participação de 50% na AMCO Recuperação e Gestão de Crédito Lda, e uma participação de 26% na AMCO Intermediários de Crédito Lda, mas nada é referido sobre o cargo que desempenha.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Eutanásia: PSD com disciplina de voto a favor do referendo, mas serão admitidas exceções

“Temos no PSD uma posição que é uma tradição e que vamos manter viva, de relativamente à questão substantiva, haver liberdade total, e na questão política haver uma orientação que corresponde ao exercício da disciplina de voto”, afirmou o presidente do PSD, Luís Montenegro, em conferência de imprensa, depois de anunciar que a bancada irá propor um referendo sobre a despenalização da morte medicamente assistida.

Novo “braço direito” de Costa e turbilhão na Economia. Veja a análise à remodelação no Governo

Ao fim de oito meses, António Costa procedeu à maior remodelação governamental da maioria absoluta: chamou para junto de si um “velho conhecido” e afastou dois secretários de Estado desfasados do ministro da Economia. Veja a análise de Ricardo Santos Ferreira, diretor adjunto do semanário Novo.
Comentários