Passageiros transportados pela CP aumentam 63% até setembro e 3% face a 2019

A CP transportou 109 milhões de passageiros até ao final do terceiro trimestre, mais 63% do que no período homólogo e 3% acima de 2019, mas os proveitos de tráfego ficaram ainda 10% abaixo do valor pré-pandemia.

“A CP – Comboios de Portugal transportou, até ao final do terceiro trimestre de 2022, cerca de 109 milhões de passageiros, o que se traduz num aumento da procura de 63% quando comparado com o período homólogo de 2021”, avança hoje a transportadora ferroviária em comunicado.

Já tomando como referência o ano de 2019, pré-pandemia, a CP transportou mais 3% de passageiros até ao final do terceiro trimestre.

Quanto aos proveitos de tráfego, ascenderam a 185 milhões de euros no período, o que representou um aumento de 72% face ao terceiro trimestre de 2021, mas traduz ainda uma quebra de cerca de 10% relativamente a 2019.

Segundo a CP, “acompanhando a mesma tendência de evolução desde o início do ano”, o aumento da procura “foi transversal a todos os serviços, tendo sido mais acentuado no serviço Alfa Pendular, com um acréscimo de 152%, face a igual período de 2021, que se refletiu em cerca de 1,4 milhões de passageiros transportados”.

Seguiu-se o serviço Intercidades, com cerca de 2,8 milhões de passageiros transportados, mais 80% comparativamente ao mesmo período de 2021, enquanto nos comboios regionais se verificou uma variação positiva de 65%, com oito milhões de passageiros transportados.

Por sua vez, os urbanos de Lisboa registaram um incremento de 61% face a 2021, com 81 milhões de passageiros transportados, os urbanos do Porto transportaram 15 milhões de passageiros (mais 65%) e os urbanos de Coimbra viajaram 648 mil passageiros (mais 52%).

Recomendadas

Aeroportos com mais 75% de passageiros no terceiro trimestre, mas abaixo dos níveis de 2019 (com áudio)

Relativamente ao transporte de mercadorias, houve um crescimento nas vias aérea e marítima, ao invés do que aconteceu na ferrovia e na rodovia.

Greve na CP e IP suprimiu 701 comboios até às 18h00

A greve dos trabalhadores da CP – Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) levou à supressão de 701 comboios da CP entre as 00h00 e as 18h00.

Greve na TAP. Como saber se há lugar a compensações para os passageiros afetados?

Os passageiros podem ter direito a voo de substituição, assim como alimentação, bebida e internet providenciadas pela própria companhia para as eventuais horas de espera adicionais, de acordo com a AirHelp.
Comentários