Passeio solidário ajuda a realizar desejos

A Fidelidade, a Fundação PT, a Unicer, a Nestlé, a Bicla LX, a Câmara Municipal de Lisboa e Federação Portuguesa de Ciclismo vão apoiar, este domingo (16 de novembro) o passeio solidário de bicicleta que a Make-a-Wish Portugal vai promover na capital. A CP junta-se também à iniciativa, cobrando bilhetes especiais de 1 euros para […]

A Fidelidade, a Fundação PT, a Unicer, a Nestlé, a Bicla LX, a Câmara Municipal de Lisboa e Federação Portuguesa de Ciclismo vão apoiar, este domingo (16 de novembro) o passeio solidário de bicicleta que a Make-a-Wish Portugal vai promover na capital. A CP junta-se também à iniciativa, cobrando bilhetes especiais de 1 euros para os participantes, o que inclui o transporte gratuito da bicicleta nos comboios, mediante a apresentação de inscrição na iniciativa.

A Make-A-Wish Portugal tem vindo a realizar desejos a crianças e jovens com doenças que colocam as suas vidas em risco. Desta feita, o convite estende-se às famílias que desejem participar no evento e juntar-se à causa. O passeio tem como ponto de encontro o Parque Eduardo VII e conta com um percurso de cerca de 8 km, passando pelo Arco do Cego, Campo Grande, Campo Pequeno e regresso à Alameda Cardeal Cerejeira. A inscrição, pode ser feita online no site da Make-A-Wish Portugal (www.makeawish.pt) ou no Facebook (www.facebook.com/makeawish.pt) até sábado ou no próprio dia, presencialmente. O valor da inscrição constitui um donativo, que reverte integralmente para a realização de desejos.

Atualmente, a Make-A-Wish Portugal tem cerca de 90 desejos por realizar.

 

OJE

Recomendadas

Emirados Árabes Unidos vão fornecer à Alemanha gás liquefeito e gasóleo em 2022 e 2023

Segundo a agência noticiosa oficial dos Emirados, Wam, o acordo prevê a exportação de uma carga de gás natural liquefeito (GNL) para a Alemanha no final de 2022, seguida do fornecimento de quantidades adicionais em 2023.

Angola cresce 3,5% este ano, mas abranda para 1,8% em 2023

“O forte crescimento de Angola este ano dificilmente vai prolongar-se para 2023, já que a produção petrolífera deverá regressar à tendência decrescente”, lê-se numa análise às maiores economias da África subsaariana, região que deverá ver o PIB deste ano expandir-se 3,3%, abrandando face aos 4,4% do ano passado.

China diz que EUA estão a enviar “sinais perigosos” sobre Taiwan

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês deixou claro que uma escalada das atividades independentistas torna difícil um acordo pacífico, no que diz respeito a Taiwan,